Angola impõe quota de importação de cimento de 150 mil toneladas ano

O Governo angolano estabeleceu a quota de importação de cimento de 150 mil toneladas de cimento anual apenas para as províncias limítrofes de Cabinda, Cunene e Cuando Cubango, a título excecional. A decisão saída hoje da 20ª sessão ordinária da Comissão Económica do Conselho de Ministros, realizada hoje em Luanda, foi tomada em conta que […]

O Governo angolano estabeleceu a quota de importação de cimento de 150 mil toneladas de cimento anual apenas para as províncias limítrofes de Cabinda, Cunene e Cuando Cubango, a título excecional.

A decisão saída hoje da 20ª sessão ordinária da Comissão Económica do Conselho de Ministros, realizada hoje em Luanda, foi tomada em conta que atualmente está invertido o quadro da oferta e da procura em Angola.

Em declarações à imprensa, à margem da reunião, o ministro da Construção, Valdemar Pires Alexandre, disse que por força dos investimentos das empresas produtoras locais a capacidade interna instalada é de oito mil milhões de toneladas, entretanto, a procura estão definidas em cerca de 6,5 mil milhões de toneladas de cimento.

“O recurso à importação nesta altura já não se faz necessário e por essa razão, a presente proposta de decreto limita a importação de cimento”, sublinhou o governante angolano.

OJE/Lusa

Recomendadas

Patrões vão ter majoração em 50% dos custos com aumentos salariais no IRC

No âmbito do acordo de rendimentos, o Governo decidiu propor aos parceiros sociais uma majoração em 50% dos custos com a valorização salarial em IRC. Patrões têm reclamado, note-se, medidas mais transversais.

Governo propõe reforço do IRS Jovem. Isenção sobe para 50% no primeiro ano

Jovens vão passar a ter um desconto fiscal maior, no início da sua carreira. IRS Jovem passará a prever uma isenção de 50%, em vez de 30%, no primeiro ano.

Governo quer atualizar os escalões do IRS em 5,1% em 2023

O Governo decidiu rever em alta o referencial dos aumentos salariais, puxando-o para o valor do aumento da massa salarial da Função Pública: 5,1%. Será esse o número que será usado para atualizar os escalões do IRS.