Ânimo de Wall Street contagiou praças europeias

Em Portugal, o PSI-20 ganhou 1,05%, para 4.635,58 pontos. Na Europa, o Eurostoxx 50 valorizou 1,62%, o Dax alemão subiu 1,71%, o francês CAC 40 ganhou 1,54%, o italiano FTSE MIB avançou 1,22% e, em Londres, o FTSE 100 ganhou 2,22%.

Reuters

As principais praças europeias fecharam a última sessão da semana em terrenos positivos, com o PSI-20 a aproveitar a boleia, numa altura em que os principais índices de Wall Street estão a recuar, depois de abrirem a negociar no verde.

Em Portugal, o PSI-20 ganhou 1,05%, para 4.635,58 pontos, com onze cotadas a terem desempenho positivo. A Mota-Engil impulsionou a bolsa de Lisboa, depois de valorizar 3,45%, com as ações a valerem 1.5580 euros. O Corticeira Amorim ganhou 2,59%, e a Altri subiu 2,55%. O BCP e a The Navigator também tiveram ganhos acima dos 2%.

Em contraciclo, destaque para a Pharol, que teve o pior registo da sessão, ao ter desvalorizado 5,15%, para 0.1584 euros. A Semapa, os CTT, a Ibersol também perderam mais de 1%.

Na Europa, o Eurostoxx 50 valorizou 1,62%, o Dax alemão subiu 1,71%, o francês CAC 40 ganhou 1,54%, o italiano FTSE MIB avançou 1,22% e, em Londres, o FTSE 100 ganhou 2,22%.

Esta foi a penúltima sessão de 2018 para a bolsa de Lisboa, uma vez que o PSI-20, tal como vai suceder em Paris, Londres e Madrid, terá uma curta sessão na próxima segunda-feira, dia 31 de dezembro. No primeiro dia de 2019, as praças europeias estarão fechadas, assim como Wall Street.

Nas matérias-primas, depois de o norte-americano, West Texas Intermediate (WTI) e o Brent londrino, terem registado ganhos, estão, neste momento, com um comportamento misto. O WTI valoriza 0,67%, para 44,91 dólares, enquanto o Brent cede 0,27%, para 52,02 dólares.

(atualizada)

Relacionadas

Ganhos de Nova Iorque ainda se sentem em Lisboa e na Europa

O PSI 20 segue no ‘verde com uma subida ligeira de 0,63%, para 4.616,53 pontos. O petróleo está a subir 2%.

Ventos favoráveis ainda sopram em Wall Street

O S&P 500 valoriza 0,34%, para 2.497,51 pontos; o tecnológico Nasdaq sobe 0,17%, para 6.299,30 pontos; e o industrial Dow Jones ganha 0,58%, para 23.271,96 pontos.

Bolsas tiveram um ano difícil e já receiam 2019

O início de 2018 foi encarado com otimismo pelos mercados bolsistas a nível mundial. Passavam poucos dias de fevereiro e o S&P, DAX e PSI 20 já acumulavam uma perda entre 10% e 12%.
Recomendadas

Wall Street encerra sessão com índices a desvalorizar mais de 1%

No fim de sessão em Wall Street o Dow Jones perde 1,45% para 33.849,46 pontos, o S&P 500 cai 1,51% para 3.965,30 pontos e o tecnológico Nasdaq cede 1,58% para 11.049,50 pontos. 

PSI cai em linha com Europa. Greenvolt e BCP lideram perdas

Dos quinze títulos apenas três fecharam em alta em Lisboa. Lá fora, “o ambiente de contestação social que se vive na China, onde se intensificam os protestos contra a política de Covid zero, está a gerar desconforto aos investidores e que desta forma descontam o mesmo nas bolsas”, realça o analista da MTrader.

Lagarde avisa que taxas de juro vão continuar a subir

Dados da inflação na zona euro em novembro vão ser conhecidos esta semana. BCE reúne-se em meados de dezembro.
Comentários