Anivec. Exportações de vestuário a subir

Nos primeiros 10 meses do ano, as exportações portuguesas de vestuário atingiram 2,41 mil milhões de euros. Segundo divulgou ainda a Anivec – Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confecção, os EUA e a Espanha foram os mercados com melhor performance. Espanha, que representa 42,5% de todas as exportações de vestuário, cresceu 10,1% entre […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Nos primeiros 10 meses do ano, as exportações portuguesas de vestuário atingiram 2,41 mil milhões de euros. Segundo divulgou ainda a Anivec – Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confecção, os EUA e a Espanha foram os mercados com melhor performance.

Espanha, que representa 42,5% de todas as exportações de vestuário, cresceu 10,1% entre janeiro e outubro, para 1,02 mil milhões de euros. Já para os EUA, o principal mercado extracomunitário, com uma quota de 2,7%, as exportações cresceram 37,6%, para 65 milhões de euros, o que corresponde a mais 17,8 milhões de euros do que no mesmo período do ano passado.

Entre os principais mercados, destaca-se ainda a evolução positiva dos Países Baixos (+3,4%, para 86,4 milhões de euros) e a manutenção das exportações de vestuário para a Alemanha (+0,3%, para 216,1 milhões de euros) e para a Áustria (+1%, para 41,4 milhões de euros).

Neste contexto, o presidente da direção da Anivec, César Araújo, destaca que “o saldo comercial do sector de vestuário (categorias vestuário e seus acessórios, de malha e vestuário e seus acessórios, exceto malha) aumentou para um valor superior a 853 milhões de euros”.

OJE

Recomendadas

CEO da EDP diz que Portugal tem sido “exemplo de estabilidade” nos preços para as famílias

Em declarações aos jornalistas durante uma visita a um parque solar flutuante em Singapura, o CEO da EDP disse que a evolução dos preços em Portugal, incluindo um aumento médio de cerca de 3% do valor global da fatura de eletricidade dos clientes residenciais da EDP Comercial a partir de janeiro, “é uma coisa perfeitamente estável face ao enquadramento que existe”.
Pedro Saraiva, Vice-reitor da Universidade NOVA de Lisboa

Produtividade aumentará se as empresas interagirem mais com as universidades, diz vice-reitor da NOVA

Pedro Saraiva diz que muitas empresas até produzem já com um grau razoável de inovação, mas menos de 10% o faz em parceria com universidades. E essa é a grande lacuna, que quando ultrapassada contribuirá significativamente para resolver o problema da produtividade.

Emissão obrigacionista da Sonangol é “bem vinda” para a bolsa angolana

Segundo o responsável do Departamento de Desenvolvimento de Mercado da Bodiva, Nivaldo Matias, a iniciativa da Sonangol ainda não foi dada a conhecer formalmente à instituição, contudo, a decisão da petrolífera é “bem-vinda”.