Ano novo: liberdade de circulação restrita a partir das 23 horas no dia 31 de dezembro em Portugal continental

A proibição de circulação vai estar em vigor para todos os concelhos de Portugal continental. Já nos dias 1, 2 e 3 de janeiro, a circulação fica limitada a partir das 13 horas. O natal fica inalterado face às regras anunciadas a 5 de dezembro.

Ano novo, velhas restrições. O Governo anunciou uma mudança nas regras a vigorar na época festiva. No dia 31 de dezembro, a liberdade de circulação vai estar restrita a partir das 23 horas, anunciou hoje António Costa.

Apesar de o número de novos casos de Covid-19 estar a recuar, o número de mortes “continua a ser elevado”, daí a necessidade do Governo em aprovar restrições, justificou. “Não estamos no ponto em que desejávamos estar”, sublinhou.

“A liberdade de circulação será restrita a partir das 23 horas, e no feriado de dia 1 e no sábado e domingo, 2 e 3 de janeiro, a liberdade de circulação será restrita a partir das 13 horas,” afirmou o primeiro-ministro.

“As medidas vão ser aplicadas a todos os concelhos do pais. No período natalício vai haver muita circulação, entre concelhos, e onde os dados atuais serão desatualizados. Celebremos este novo ano cada um na sua casa com a sua família”, explicou António Costa.

“Relativamente aos horários de comércio não sofrem qualquer tipo de alteração face ao que estava previsto. O conjunto destas medidas tem permitido a redução significativa do número de novos casos por semana. Temos que manter este esforço”, avançou.

“Vamos ter que evitar na passagem de ano a multiplicação dos riscos que necessariamente o natal vai comportar. Queremos chegar ao natal de boa saúde e sobretudo com o Serviço Nacional de Saúde (SNS) com condições para continuar a responder aos que estão doentes. Proteger o natal com o sacrifício da passagem do ano, e esse sacrifício é absolutamente fundamental para que o ano novo seja um ano de esperança, para vencermos a pandemia e recuperar a nossa liberdade”, afirmou hoje em videoconferência a partir do Palácio de São Bento.

 

Relacionadas

Costa: “Sinto-me bem, não tenho nenhum sintoma”

“Tenho que me manter isolado, e aguardo neste momento que as autoridades de saúde concluam o processo de inquérito epidemiológico para saber quanto tempo vou ter de permanecer isolado”, disse hoje o primeiro-ministro.

Restaurantes vão ter de fechar às 22h30 na noite de passagem de ano em Portugal continental

O Governo reviu as regras que vão vigorar na noite de passagem de ano, obrigando os restaurantes agora a fechar mais cedo face ao horário anunciado há duas semanas.

António Costa perspetiva descida no número de óbitos por Covid-19 para a próxima semana

“Costuma haver uma dilação temporal em que os novos casos de infeções baixam e só depois diminuímos o número de novos óbitos. Provavelmente, e de acordo com as últimas previsões, para a próxima semana vão descer o número de novos hábitos”.

139 mil pessoas vão ser vacinadas até ao final de janeiro em Portugal

Em dezembro, serão vacinados no país 9.750 profissionais que vão receber as primeiras doses que chegam ao país entre 24 e 26 de dezembro, com a vacinação a arrancar a 27 de dezembro.
Recomendadas

Aeroporto: Marcelo saúda convergência e espera obras em marcha antes do fim do mandato

Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que espera terminar o mandato, em março de 2026, “com a alegria de ver não só escolhida uma localização, não só começada a obra do aeroporto.

PR nos EUA: Marcelo chegou a San Diego onde não ia um Presidente português há 33 anos

“Há 30 anos que não vinha cá um Presidente, 33 anos, é uma conta certa, é capicua”, assinalou Marcelo Rebelo de Sousa à chega a San Diego.

PS acusa PSD de “cortejar” um partido de extrema-direita

“O PSD fez um apelo à votação num vice-presidente à Assembleia da República num partido de extrema-direita. Não podemos deixar passar em branco”, realçou João Torres, referindo-se ao apelo que o partido laranja fez em relação ao “vice” do Parlamento do Chega.
Comentários