Antiga administração do BES alvo de buscas da Polícia Judiciária

A CMTV avança que está a decorrer uma mega-operação da Polícia Judiciária, que envolve buscas a residências e escritórios dos membros da antiga administração do Banco Espírito Santo, liderada por Ricardo Salgado. Em causa, segundo a CMTV, estão actos de gestão do Banco Espírito Santo ao longo dos últimos anos “com fortes suspeitas de configurarem […]

A CMTV avança que está a decorrer uma mega-operação da Polícia Judiciária, que envolve buscas a residências e escritórios dos membros da antiga administração do Banco Espírito Santo, liderada por Ricardo Salgado.

Em causa, segundo a CMTV, estão actos de gestão do Banco Espírito Santo ao longo dos últimos anos “com fortes suspeitas de configurarem crimes de burla, falsificação de contabilidade, branqueamento de capitais, abuso de confiança e fraude fiscal qualificada”.

A operação da Unidade de Combate à Corrupção da PJ, em articulação com o procurador Rosário Teixeira, do Departamento Central de Investigação e Acção Penal, conta com cerca de 200 inspectores no terreno, e ocorre na sequência de uma queixa-crime apresentada, em Setembro, pelo Banco de Portugal ao Ministério Público, pode ler-se no site do Correio da Manhã.

“A investigação assenta, em parte, nas conclusões obtidas pelo Banco de Portugal através de uma auditoria forense à gestão do BES, depois de o banco ter falido e dado origem à criação do Novo Banco”, refere ainda o jornal.

OJE

 

Recomendadas

Grupo Stellantis e DST Solar nas Agendas Mobilizadoras

A inovação verde para a indústria automóvel passa pelas Agendas Mobilizadoras. O ISQ&CTAG irá investir 6,2 milhões de euros.

TAAG recebe aviso de greve dos pilotos com início a 7 de outubro

O Sindicato de Pilotos de Linha Aérea (SPLA) decretou uma greve a partir de 7 de outubro, tendo já sido enviado o aviso de greve à TAAG – Linhas Aéreas de Angola na sexta-feira, anunciou este sábado a companhia aérea angolana.

Infraestruturas de Portugal registou lucro de 32,4 milhões no primeiro semestre

Este valor significa uma recuperação de 71,3 milhões de euros em comparação com os prejuízos de 38,9 milhões de euros verificados no mesmo período de 2021.