PremiumAntónio Andrade: “O Tribunal Unificado de Patentes pode ser muito negativo para as PME”

António Andrade, sócio da Abreu, explica a importância da proteção de patentes na indústria farmacêutica.

A importância da proteção de patentes na indústria farmacêutica é crucial, nomeadamente para a própria viabilidade financeira das empresas do setor. “Sem o exclusivo de mercado que o direito de patente assegura não há capacidade de reinvestimento dos lucros nos programas de investigação e desenvolvimento (R&D), que constituem o motor da pesquisa permanente de medicamentos inovadores. E, naturalmente, sem aquele exclusivo a rentabilidade do negócio acaba por ser inviável, atento o avultado custo do R&D”, diz ao Jornal Económico António Andrade, sócio da Abreu Advogados, que reforçou recentemente a aposta do escritório em Propriedade Intelectual com especial enfoque na área da ciência farmacêutica e de biotecnologia.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Pares Advogados assessoraram Sevenair Academy na compra dos ativos da norte-americana L3Harris Technologies

Com esta aquisição, que teve lugar após a entrada de um novo acionista na empresa – o “family office” Worldapproach, de Isaías Gomes Teixeira – a Sevenair Academy torna-se a maior escola de formação de pilotos da Europa, com duas bases de formação (Cascais e Ponte de Sor).

PremiumPorto Law Summit debate sociedades multidisciplinares

As sociedades multidisciplinares – formadas por advogados e outros profissionais – estão a chegar. O bastonário Luís Menezes Leitão, que se recandidata ao cargo, não está disponível para as aceitar.

Diferendo entre Ordem dos Advogados e Conselho de Deontologia de Lisboa volta “à estaca zero”

O despacho deixa o recurso apresentado em janeiro desse ano pelo bastonário, Luís Menezes Leitão, novamente por decidir, contrariando o próprio entendimento que esta 3.ª Secção do CS havia tido anteriormente.
Comentários