António Costa almoça com Macron e inaugura exposições portuguesas em Paris

O almoço com Emmanuel Macron é o primeiro encontro bilateral entre os dois líderes após a tomada de posse do Governo português e a reeleição do Presidente francês em abril, e acontece numa altura em que a Temporada Cruzada entre os dois países vai a meio. 

2 – Paris, França

O primeiro-ministro está hoje em Paris para um almoço com Emmanuel Macron, para continuar a aprofundar a relação “privilegiada” entre França e Portugal, e inaugura três exposições sobre arte portuguesa nos principais museus franceses, incluindo o Louvre.

O almoço com Emmanuel Macron é o primeiro encontro bilateral entre os dois líderes após a tomada de posse do Governo português e a reeleição do Presidente francês em abril, e acontece numa altura em que a Temporada Cruzada entre os dois países vai a meio.

O primeiro-ministro português vai almoçar no Palácio do Eliseu, com este encontro a permitir “aos dois dirigentes evocar vias para aprofundar a relação privilegiada” entre os dois países, fez saber a presidência francesa.

A Ucrânia estará também em discussão, com a importância do apoio a este país a fazer-se “numa só voz”, assim como as sanções aplicada à Rússia.

A independência europeia, nomeadamente nos domínios da defesa, energia, alimentação e ambiental serão igualmente alvo de discussão entre António Costa e Emmanuel Macron.

A nível internacional, a situação no Sahel e Moçambique também serão discutidas, com os dois líderes a falarem à comunicação social antes do encontro.

Logo de manhã, o primeiro-ministro vai visitar a exposição “A idade de ouro do Renascimento português”, que apresenta, pela primeira vez, no Museu do Louvre, cerca de 15 obras dos chamados primitivos portugueses.

António Costa será acolhido pela nova ministra francesa da Cultura, Rima Abdul Malak, sendo acompanhado nesta visita pelo ministro português da Cultura, Pedro Adão e Silva, e pela secretária de Estado da Cultura, Isabel Cordeiro.

A seguir ao almoço no Eliseu, o primeiro-ministro português vai inaugurar a exposição “O resto é sombra”, dos artistas Pedro Costa, Rui Chafes, Paulo Nozolino, patente no Centro Pompidou.

O ministro delegado dos Assuntos Europeus de França, Clement Beaune, vai fazer parte desta visita do chefe de Governo português.

Para encerrar esta jornada dedicada à cultura em Paris, António Costa vai ainda inaugurar a exposição “Gulbenkian por ele próprio, na intimidade de um colecionador”, uma mostra em que várias peças da coleção de Calouste Gulbenkian vão ser expostas no Hotel de la Marine, um museu recentemente renovado e que acolhe a coleção Al Thani.

A Temporada Portugal-França é uma iniciativa de diplomacia bilateral que visa aprofundar o relacionamento cultural entre os dois países.

 

Recomendadas

Marcelo considera que encontro cancelado por Bolsonaro deu destaque a Portugal

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou esta segunda-feira que o encontro cancelado pelo seu homólogo brasileiro, Jair Bolsonaro, acabou por ser vantajoso, pelo destaque mediático que trouxe a Portugal no Brasil.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira, 4 de julho

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta segunda-feira.

Chega propõe teto máximo de 65 anos de prisão para crimes de homicídio

Em causa estão os crimes “praticados com especial perversidade, nomeadamente contra crianças”. A medida surge para “ultrapassar qualquer tipo de inconstitucionalidade que pudesse existir no projeto de lei da prisão perpétua” rejeitado no Parlamento.
Comentários