António Costa: “Sonho” da direita de maioria, Governo e Presidente tornou-se um pesadelo

O secretário-geral do PS afirmou hoje que “o sonho da direita” de ter maioria, Governo e Presidente revelou-se “um pesadelo”, dizendo que os socialistas bater-se-ão por um Presidente da República na linha de Soares e Sampaio. António Costa falava na sessão de encerramento do XX Congresso Nacional do PS, levantando os delegados pela primeira vez […]

O secretário-geral do PS afirmou hoje que “o sonho da direita” de ter maioria, Governo e Presidente revelou-se “um pesadelo”, dizendo que os socialistas bater-se-ão por um Presidente da República na linha de Soares e Sampaio.

António Costa falava na sessão de encerramento do XX Congresso Nacional do PS, levantando os delegados pela primeira vez com as suas referências aos objetivos do seu partido para as eleições presidenciais de 2016.

Neste ponto, o líder socialista fez um diagnóstico duro: “A realização da direita de ter uma maioria, um Governo e um Presidente revelou-se nestes três anos um pesadelo para os portugueses”, disse, recebendo as primeiras palmas.

OE/Lusa

Recomendadas
Carlos Moedas

Moedas diz que classe política “tem que dar o exemplo de devoção pelo bem comum”

O presidente da Câmara de Lisboa considerou hoje que o 1.º de Dezembro ensinou que a “classe política tem que dar o exemplo de devoção pelo bem comum”, não podendo fechar-se “sobre si mesma” ou considerar ser “imune à crítica”.

Costa apela para celebração da “força da bandeira nacional” em mensagem do Dia da Restauração

 O primeiro-ministro António Costa homenageou hoje a “memória dos que lutaram e contribuíram” para a restauração da independência de Portugal, apelando para a celebração da “soberania” e da “força da bandeira nacional”, numa mensagem evocativa do 1.º de dezembro.

Marcelo agradece a ciganos que “deram a vida pela independência” e lamenta discriminação

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, lembrou hoje os ciganos que “deram a vida” pela independência nacional e lamentou a discriminação de que têm sido alvo em Portugal.