António Costa voou na Ryanair para campanha nos Açores

O primeiro-ministro voou na companhia irlandesa que tem criticado publicamente a estatal TAP.

António Costa
António Costa

O secretário-geral do Partido Socialista (PS) escolheu a Ryanair para se deslocar até aos Açores, onde vai dar continuidade à campanha eleitoral, segundo informações avançadas esta segunda-feira, 17 de janeiro, pelo “Observador”.

Recorde-se que o Estado tem vindo a reforçar a sua participação na TAP, detendo atualmente todo o capital da transportadora aérea.

A escolha da companhia aérea low cost justifica-se com a falta de outras opções para que António Costa pudesse chegar a horas à região autónoma. A Ryanair tem liderado o coro de críticas à forma como o Governo tem gerido o plano de reestruturação da TAP.

Numa das últimas troca de palavras entre a companhia irlandesa e o Governo, destaca-se a frase proferida pelo presidente executivo, Michael O’Leary, quando disse que a “TAP não está apenas destinada ao fracasso. Merece o fracasso”. Numa outra ocasião, O’Leary chamou “pinóquio” a Pedro Nuno Santos.

Recomendadas

Afinal, que soluções existem para as empresas?

O Banco Português de Fomento lançou no início do ano os dois primeiros programas para apoiar a solvabilidade do tecido empresarial português. A banca está focada em aconselhar e montar as operações.

Presidente da Ryanair antecipa subida de preços nas ‘low-cost’

Michael O’Leary diz que o preço médio por bilhete deverá subir entre 10 a 20 euros nas viagens low-cost, que estão a tornar-se, segundo o mesmo, “demasiado baratas”.

Candidaturas selecionadas para o Consolidar conhecidas em julho

Os programas Recapitalização Estratégica e Consolidar têm gerado grande interesse, diz a presidente da comissão executiva do Banco Português de Fomento, Beatriz Freitas, ao Jornal Económico.
Comentários