António Guedes, patriarca da Quinta da Aveleda, morre aos 83 anos

Após adquirir o cargo de administrador da Quinta da Aveleda, juntamente com o seu irmão Luís, e depois com o seu outro irmão Roberto, António Guedes cimentou o caminho para tornar a empresa num dos maiores nomes de produção de vinho verde em Portugal e no mundo.

António Guedes, patriarca da Quinta da Aveleda, faleceu esta quinta-feira aos 83 anos. Com um legado de mais de 150 anos na produção e venda de Vinho Verde, a Quinta da Aveleda constitui o maior produtor e exportador da região, para o qual António Guedes dedicou 45 anos da sua carreira.

António Alves Machado Guedes esteve à frente da administração da Quinta da Aveleda desde o final dos anos 60. Era filho de Roberto van Zeller Guedes, tomando rédeas da companhia após a morte do seu pai exercendo funções de diretor técnico enquanto frequentava o ensino militar.

Após adquirir o cargo de administrador da Quinta da Aveleda, juntamente com o seu irmão Luís, e depois com o seu outro irmão Roberto, António Guedes cimentou o caminho para tornar a empresa num dos maiores nomes de produção de vinho verde em Portugal e no mundo (a empresa exporta atualmente para 70 mercados internacionais).

Hoje, a liderança da Quinta da Aveleda é responsabilidade dos seus primos Martim Guedes e António Guedes, descendentes da quinta geração da Família Guedes, e o espaço compreende uma área de 450 hectares na Região dos Vinhos Verdes. A empresa vendeu no ano passado 21,5 milhões de garrafas e faturou 44 milhões de euros.

Das marcas mais conhecidas pertencentes à Quinta Aveleda, destaque para Casal Garcia, Adega Velha, Quinta Vale D. Maria, Aguieira e Arco e Villa Alvor, entre outras.

A direção da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV) escreveu na sua página de Facebook um voto de pesar pelo falecimento de António Guedes, afirmando que foi “uma das maiores figuras da Região dos Vinhos Verdes e do sector do vinho português.”

“A Região dos Vinhos Verdes despede-se de um dos seus nomes maiores com um imenso sentido de gratidão e respeito pelo contributo e inspiração que o Eng.º António Guedes nos deixa”, diz ainda a nota, o qual foi assinada por Dora Simões, a atual presidente da CVRVV, e pelos vogais Óscar Meireles e Rui Pinto.

Foi em 1947 que a Sociedade Agrícola da Quinta da Aveleda foi fundada, já estando sob posse da família Guedes desde o século XVII.

 

Recomendadas

Câmara de Lisboa alerta para “chuva persistente” prevista para sábado à noite

A autarquia pediu para que a população tome precauções. A Câmara de Lisboa disse que os agentes de Proteção Civil da cidade, os serviços operacionais municipais e elementos das Juntas de Freguesia “estão de prevenção para a mais pronta resposta à cidade”.

Novo comandante da GNR da Guarda afirma-se intolerante a atos racistas e xenófobos

O novo comandante disse que não vai tolerar “comportamentos ou atos de discriminação, racismo, xenofobia, ou qualquer outra forma que atente contra a dignidade humana e os direitos fundamentais”.

Ucrânia: secretário-geral da NATO teme que conflito alastre para guerra global

O secretário-geral da NATO alertou que os combates na Ucrânia podem sair do controlo e o atual conflito transformar-se numa guerra entre a Rússia e a NATO.
Comentários