António Guterres alerta para o perigo das alterações climáticas na mensagem de Ano Novo

“Não podemos dar-nos ao luxo de ser a geração que ignorou esta realidade e comprometeu o futuro do planeta”, continuou o antigo primeiro-ministro português.

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, alertou para o perigo das alterações climáticas na sua mensagem de Ano Novo e apelou ao “empenho ativo” dos jovens.

“As alterações climáticas não são apenas um problema a longo prazo, mas um perigo claro e presente”, afirmou António Guterres na mensagem de Ano Novo das Nações Unidas, com duração de cerca um minuto e meio e transmitida através da Internet.

“Não podemos dar-nos ao luxo de ser a geração que ignorou esta realidade e comprometeu o futuro do planeta”, continuou o antigo primeiro-ministro português.

Para o secretário-geral da ONU, os jovens são “a maior fonte de esperança” e o mundo precisa do seu “empenho ativo”. “Continuem a pensar em grande. Continuem a superar barreiras. E continuem a pressionar”, incitou Guterres, para quem a nova geração “está na linha da frente da luta por um mundo melhor”.

Em 2020, a ONU completa 75 anos e, a este propósito, vai lançar uma Década de Ação para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, o plano para uma “globalização justa”, adiantou.

Recomendadas

Conselho de Ministros moçambicano aprova criação de fundo soberano

O Conselho de Ministros moçambicano aprovou hoje a criação do fundo soberano do país, cuja capitalização deverá arrancar com as receitas deste ano da plataforma Coral Sul, que começou a exportar gás do Rovuma há duas semanas.

Ucrânia: Alemanha garante apoio ao sector energético e entrega “mais de 350 geradores”

A Alemanha vai fornecer “mais de 350 geradores” à Ucrânia, afetada pelos ataques russos contra as suas infraestruturas de energia nas últimas semanas, divulgou hoje o porta-voz do Governo alemão.

Venezuela prepara acordos com petrolífera Chevron após alívio de sanções

A Venezuela anunciou hoje que vai assinar, nas próximas horas, acordos com a petrolífera norte-americana Chevron para impulsionar o desenvolvimento local de empresas mistas (capital público e privado) e a produção de petróleo.
Comentários