António Rendas reeleito na Rede Unica

O reitor da Universidade NOVA de Lisboa, António Rendas, foi reeleito para um segundo mandato no Comité de Direção da Rede UNICA (Network of Universities from the Capitals of Europe). António Rendas vai manter  a coordenação das iniciativas ligadas ao EduLab, grupo que tem acompanhado a implementação do processo de Bolonha nas Universidades da UNICA , […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

O reitor da Universidade NOVA de Lisboa, António Rendas, foi reeleito para um segundo mandato no Comité de Direção da Rede UNICA (Network of Universities from the Capitals of Europe). António Rendas vai manter  a coordenação das iniciativas ligadas ao EduLab, grupo que tem acompanhado a implementação do processo de Bolonha nas Universidades da UNICA , o desenvolvimento de inovações e novas metodologias de ensino e aprendizagem, bem como a promoção das políticas culturais em cidades capitais e o aprofundamento dos contactos da rede UNICA fora da Europa.

Entre outras atribuições, o Comité de Direção da Rede UNICA é responsável pela apresentação do orçamento anual, pela tomada de decisões no âmbito dos programas da rede UNICA nas áreas de internacionalização e mobilidade, políticas universitárias, educação, investigação e relações com a sociedade, através da realização de projectos internacionais, da dinamização grupos de trabalho e da realização de ações de formação especializadas para os membros da rede.As eleições tiveram lugar durante a Assembleia Geral da UNICA, que decorreu entre 15 e 17 de outubro de 2015, na Universidade Livre de Bruxelas.

A UNICA é uma rede de 46 universidades de 35 capitais da Europa, fundada em 1990, da qual a NOVA faz parte desde a origem, que tem por missão promover a excelência académica, a integração e a cooperação entre os seus membros.

OJE

Recomendadas

Atualização do IAS aumenta valor máximo do subsídio de desemprego em 93 euros

O valor máximo do subsídio de desemprego vai subir mais do que o previsto avançando 93 euros, para 1.201,08 euros, refletindo o aumento de 8,4% do Indexante de Apoios Sociais (IAS) em 2023.

Afinal, pensões mais baixas vão subir 4,83% em janeiro

Pensões até 961 euros vão ter aumento de 4,83%, pensões entre 961 euros e 2.883 euros vão subir 4,49% e pensões acima de 2.883 euros vão crescer 3,89%. Correção das atualização vai custar 110 milhões de euros, aos quais se somam os 1.155 milhões de euros já previstos.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.