Anturio fecha ano com 2,3 milhões de euros de volume de negócios

A empresa tem uma perspectiva de crescimento, em 2019, de 20%. A Anturio vai ainda apostar no mercado de Espanha com a abertura de um escritório em Madrid.

A Anturio, empresa com sede no Funchal e que actua no sector das tecnologias da informação, fechou 2018 com 2,3 milhões de euros de volume de negócios, um crescimento de 33%, superando a meta dos 20% estabelecida.

Para 2019 a expectativa é que a Anturio volte ao crescimento tendo uma meta fixada de 20%. Um dos objectivos da empresa passa ainda pela aposta em recursos humanos, e também no mercado espanhol, com a abertura de um escritório em Madrid.

“Tivemos um crescimento de 300 por cento na Madeira e um reforço da equipa no centro de Portugal Continental”, referiu Duarte Miguel Freitas, CEO da Anturio.

Entre os segredos para este crescimento “natural e sustentado”, em 2018, acrescentou o CEO, esteve uma “aposta clara” nas pessoas.

A abertura do escritório em Madrid, deve acontecer este mês. “Esperamos fazer crescer a nossa quota internacional com esta nova incursão. Este ano, a aposta irá centrar-se em Espanha, mas estamos sempre em conversações para novas oportunidades”, sublinha o CEO da empresa.

Duarte Freitas diz ainda que estão previstas 8 contratações que poderão ser ajustadas consoantes o crescimento das várias áreas da empresa.

Recomendadas

Açores: Tribunal de Contas acolhe primeiro Encontro de Jovens Auditores da CPLP

“O Auditor do Futuro” é o tema deste primeiro Encontro, organizado pela Secção Regional dos Açores, que traz a Ponta Delgada quase meia centena de jovens auditores com idades até aos 35 anos.

BE alerta para aumento dos “fenómenos de exclusão e pobreza” na Madeira

A coordenadora do Bloco de Esquerda considerou que a região autónoma “está atrasada” no apoio à população sem-abrigo, nomeadamente ao nível das respostas previstas na estratégia nacional, como o projeto “casa primeiro”.

Madeira: Proteção Civil reforça atividade física nos Corpos de Bombeiros

A iniciativa do Serviço Regional de Proteção Civil começou no ano de 2018 em parceria com a Secretaria Regional de Educação, Ciência e Tecnologia, sendo a mesma reforçada em 2022, com a colaboração de dois preparadores físicos.
Comentários