APED elogia novo Código de Boas Práticas Comerciais

O acordo de cooperação foi assinado hoje com os parceiros CAP, CCP, CIP, CNA e CONFAGRI, e traduz-se num Código de Boas Práticas Comerciais.

A Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) em comunicado  às redações elogiou “o acordo de cooperação pioneiro para sector agroalimentar português assinado hoje com os parceiros CAP, CCP, CIP, CNA e CONFAGRI, que se vem materializar no Código de Boas Práticas Comerciais por forma a acrescentar valor a toda a cadeia alimentar e tornando-a mais competitiva e próxima do consumidor”.

Este novo Código de Boas Práticas Comerciais, é visto pela Associação como “um instrumento de autorregulação, de natureza voluntária” pois “define um conjunto de princípios e procedimentos para a cadeia de abastecimento agroalimentar”.

“O seu objetivo é reforçar a cooperação e transparência e assegurar a promoção da equidade e reciprocidade entre parceiros dos sectores da produção, da transformação e da distribuição de produtos de grande consumo”, realça a APED.

“A assinatura deste Código de Boas Práticas vem reforçar a aposta de longa data da APED na transparência, no diálogo e na autorregulação como ferramentas para alcançar um mercado mais dinâmico. Este acordo permite dar novos passos no trabalho pioneiro que os sectores signatários têm desenvolvido em prol de um relacionamento equilibrado e equitativo entre agentes económicos e, acima de tudo, em prol do consumidor”, refere Ana Isabel Trigo Morais, diretora-geral da Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição, em comunicado

Este instrumento “vem somar-se às iniciativas já tomadas pela APED no âmbito da autorregulação, como é exemplo o protocolo de colaboração assinado com a CAP em 1995, em vigor desde então e que evoluiu, inclusive, para o Código de Boas Práticas Comerciais, assinado em abril de 2013”.

“Este acordo está ainda em linha com as práticas de autorregulação em vigor na Europa, nomeadamente com o Código de Boas Práticas Europeu – “The Supply Chain Iniciative”, um marco histórico na relação entre os setores da distribuição e fornecedores, que contou com a adesão voluntária de 457 empresas europeias, entre as quais os cinco principais grupos de retalho alimentar em Portugal”, conclui a APED.

 

 

Recomendadas

Conferência “Poupar e Investir para um Futuro Melhor” a decorrer em Lisboa, com o apoio do Jornal Económico

A conferência é organizada pela Optimize Investment Partners, sociedade gestora portuguesa que disponibiliza uma gama de soluções de investimento para diversos perfis de risco e objetivos. Moderada por Nuno Vinha, subdiretor do Jornal Económico, consiste numa palestra de 30 minutos de cada um dos quatro oradores, um coffee break e uma mesa redonda com espaço para perguntas e respostas e interação com a plateia.

SIBS: mais de um quinto do valor gasto na Black Friday foi em compras online

O comércio online continua a ganhar peso nas compras em Portugal. Dados da SIBS revelam que 22% do valor gasto na última Black Friday foi em compras online, um peso que bate por muito os 18% do ano passado.

União Europeia, G7 e Austrália limitam barril de petróleo russo a 60 dólares

Os 27 estados-membros da UE chegaram a acordo, esta sexta-feira, no estabelecimento de um teto máximo para o preço do petróleo russo nos 60 dólares por barril. Os sete países mais industrializados do mundo (G7) e a Austrália juntam-se na decisão.
Comentários