Apex Brasil levou 70 empresas à Web Summit. CEO da startup Jade gostou tanto que vai abrir escritório em Lisboa

O Jornal Económico foi conhecer o ‘stand’ do Brasil, onde falou com Clarissa Furtado, da Apex (equivalente à portuguesa Aicep), e o empreendedor Ricardo Cohin, criador de uma aplicação de jogos didáticos para crianças autistas.


O Brasil foi um dos 160 países presentes na edição de 2022 da Web Summit e levou a sua maior comitiva de sempre, composta por 70 empresas. Clarissa Furtado, manager de Competitividade da Apex (equivalente à portuguesa Aicep), garantiu à JE TV que vai manter a presença na edição lisboeta da cimeira tecnológica, apesar da chegada da Web Summit Brasil em 2023.

Já Ricardo Cohin, CEO da Jade Autism, avança que irá investir num escritório em Portugal. O empreendedor brasileiro criou um jogo que estimula o desenvolvimento cognitivo, a memória, o raciocínio, as capacidades e o desempenho, e que gera relatórios sobre o desenvolvimento da criança enquanto brinca. A tecnologia fornece dados para os terapeutas a fim de aplicar o melhor plano terapêutico e de agir sobre as dificuldades e deficiências apresentadas.

Fundada em 2018, a startup conta hoje com 75 mil utilizadores familiares em todo o mundo e está em vias de expandir a plataforma de dados terapêuticos a profissionais do Médio Oriente, Norte de África e Reino Unido.

Recomendadas

Emissão obrigacionista da Sonangol é “bem vinda” para a bolsa angolana

Segundo o responsável do Departamento de Desenvolvimento de Mercado da Bodiva, Nivaldo Matias, a iniciativa da Sonangol ainda não foi dada a conhecer formalmente à instituição, contudo, a decisão da petrolífera é “bem-vinda”.

Novabase suspende programa de recompra de ações

A tecnológica já tinha suspendido o programa em junho, tendo depois voltado a retomá-lo. Segundo informação publicada nessa altura, o programa estava previsto durar até 31 de dezembro de 2023.

Trabalhadores da Autoeuropa rejeitam pré-acordo laboral que previa aumento de 5,2%

Dos mais de cinco mil trabalhadores da fábrica de automóveis da Volkswagen, em Palmela, no distrito de Setúbal, só 3.865 exercerem o direito de voto, 2.007 dos quais votaram contra o pré-acordo e 1.826 a favor. Houve ainda 10 votos nulos e 22 brancos.
Comentários