Apoios às empresas atingem 3,5% do PIB da Madeira

O Orçamento Regional vai incluir um programa de apoio e incentivo a equipamentos de energia renovável no valor de um milhão de euros, e a subida dos pagamentos na expedição de mercadorias de 2,5 para 10 milhões de euros, disse Rui Barreto, secretário regional da Economia.

O secretário regional da Economia, Rui Barreto, diz que o Orçamento Regional da Madeira, para 2021, inclui apoios às empresas que atingem os 3,5% do PIB da região, ao contrário do que acontece a nível nacional onde a percentagem fica em 0,5%.

Na discussão na especialidade do Orçamento Regional da Madeira e do Plano e Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Administração da Região Autónoma da Madeira (PIDDAR), que decorre esta quarta-feira na Assembleia Legislativa da Madeira, o governante elencou as várias medidas para a área económica.

Entre elas um programa de apoio e incentivo a equipamentos de energia renovável no valor de um milhão de euros. Incentivos à internacionalização da economia, e a subida dos pagamentos na expedição de mercadorias de 2,5 para 10 milhões de euros.

O governante referiu que se vai continuar a apoiar despesas funcionamento das empresas. Será reaberto o ProCiência com uma dotação orçamental de 7,6 milhões de euros. e também um reforço no programa Valorizar.

Será também reforçada a componente reembolsável no investimento. Rui Barreto disse a Madeira é a região do país onde as empresas pagarão para os impostos.

Recomendadas

Madeira: ACIF participa na quinta reunião transnacional do projeto BLUE-TEC

O projeto visa promover o crescimento inteligente do turismo náutico e costeiro da Macaronésia.

PSD/Açores disponível para novo modelo de financiamento dos bombeiros

O deputado regional social-democrata Luís Soares considerou necessário “saber como funcionam os mecanismos de acesso aos fundos comunitários, mantendo uma porta direta pelos bombeiros, em vez das candidaturas serem elegíveis somente através das câmaras municipais”.

Madeira: Vacinação contra a Covid-19 passa a ser sazonal e decorre em simultâneo com a vacinação contra a gripe

Estas duas vacinas sazonais, contra a gripe e contra a Covid-19, podem ser administradas no mesmo momento, “sendo consensual que a vacinação é segura e igualmente eficaz”, indica a  Direção Regional de Saúde.
Comentários