‘App’ do Continente para fazer compras digitais cresceu 80% nas transações em março

Neste momento, a ‘app’ está disponível em 11 lojas Continente, em duas unidades Continente Modelo e em três superfícies Continente Bom Dia.

Continente

A ‘app’ ‘Continente Siga’, disponibilizada pela cadeia retalhista do Grupo Sonae para facilitar a rapidez das compras e diminuir o contacto dos clientes nos supermercados, registou um aumento de de 80% de transações em março, ou seja, desde o início da pandemia provocada pela Covid-19.

“Este projeto, que resulta de uma parceria com a Shelf.AI, auxilia o cliente quer na preparação da compra, porque permite criar listas no ‘smartphone’ – através de voz, texto e leitura de código de barras -, quer na compra propriamente dita, porque o cliente regista os próprios produtos utilizando a câmara do ‘smartphone'”, explica um comunicado do Continente.

Segundo essa nota, com a ‘app’ em questão, “no final, o cliente pode realizar o pagamento no telemóvel, com o ‘Continente Pay’, ou em caixas exclusivas nas lojas aderentes, podendo assim usufruir de uma compra verdadeiramente autónoma e sem filas”.

“Possibilita ainda a partilha das listas e dos carrinhos de compras com outros membros da família, em tempo real – reduzindo ainda mais o tempo necessário para fazer as compras. Os clientes podem ainda utilizar a ‘app’ para consultar as promoções e, ainda, para utilizar os cupões de desconto”, adianta o referido comunicado.

Neste momento, a ‘app’ está disponível em 11 lojas Continente, em duas unidades Continente Modelo e em três superfícies Continente Bom Dia.

“As lojas que disponibilizam a compra pela ‘app’ ‘Continente Siga’, que conta agora com mais de 120 mil utilizadores registados, têm verificado uma forte evolução na adesão a esta nova modalidade de fazer compras, principalmente nas últimas semanas”, destaca o comunicado da cadeia retalhista.

 

 

Recomendadas

Martín Tolcachir nomeado CEO Global do Grupo Dia

Tolcachir assumirá a estratégia da empresa a nível global e liderará a execução da estratégia de aceleração para o crescimento em todos os países onde opera, revela o grupo.

Seca no rio Reno põe em risco transporte de mercadorias

Os patrões alemães consideram que o governo federal, juntamente com os vários estados federados, o sector da logística e as empresas industriais, “deve estabelecer um sistema de monitorização próximo para reagir prontamente” ao baixo nível das águas.

Falta de gelo? Mercadona sem limitação de vendas nas lojas em Portugal

Os supermercados em Espanha estão a limitar o número de embalagens de gelo que vendem por cliente, tendo em conta a escassez deste produto devido à maior procura por causa do calor e à menor produção provocada pelos preços da eletricidade.
Comentários