Aprovadas novas deduções no IRS com transportes e refeições escolares

O parlamento aprovou alterações à proposta de Orçamento do Estado para 2017 (OE2017) que aumentam as deduções em sede de IRS com os gastos com o transporte e as refeições escolares, bem como com os passes sociais.

Todos os grupos parlamentares votaram favoravelmente, com exceção do PSD, que se absteve, uma proposta do Bloco de Esquerda (BE) que visa permitir a dedução à coleta de despesas com refeições escolares e também impedir que a despesa em causa seja duplamente dedutível (como despesa de educação e como dedução por exigência de fatura).

PS, PCP e BE também aprovaram uma proposta do partido ‘Os Verdes’ (PEV), que pretende que seja possível deduzir em sede de Imposto sobre o Rendimento de pessoas Singulares (IRS) a totalidade do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) das despesas com a compra do passe social mensal, por qualquer membro do agregado familiar.

A ideia é que, tal como já previsto para as despesas com alojamento, restauração, reparação automóvel, cabeleireiros e veterinários, os contribuintes possam deduzir, mediante fatura, a totalidade do IVA suportado com esta despesa até um limite total de 250 euros.

O parlamento também aprovou, apenas com a abstenção do PSD, uma proposta do PCP para incluir as despesas das cantinas escolares e dos transportes de alunos nas deduções à coleta de IRS, “independentemente da entidade que presta o referido serviço e da taxa de IVA aplicada”.

Relacionadas

Aprovada alteração que extingue sobretaxa de IRS do 2.º escalão em janeiro

Os deputados do PS, do BE e do PCP aprovaram na especialidade a alteração à sobretaxa de IRS, que fará com que os contribuintes do segundo escalão não a paguem a partir de janeiro de 2017.

Marque na agenda: Museus voltam a ser gratuitos aos domingos e feriados em 2017

Proposta foi do PCP e determina que a entrada nos museus será, em 2017, gratuita aos domingos e feriados de manhã.

PCP propôs e Esquerda aprovou: Entidade que fiscaliza mercado de combustíveis será extinta

A Entidade Nacional para o Mercado de Combustíveis (ENMC), criada pelo anterior Governo, vai ser extinta, passando as suas competências para a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) e para a Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG).
Recomendadas

Crise/Energia: Preço médio semanal da ERSE sobe 0,9% para gasóleo e 1,0% para gasolina

O preço médio semanal dos combustíveis, calculado pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), aumenta, esta semana, 0,9% para o gasóleo e 1,0% para a gasolina, segundo um relatório hoje divulgado pela entidade.

Declaração anual de rendas passa a ser entregue apenas por via eletrónica

A declaração anual de rendas, apresentada pelos senhorios que não passam recibos eletrónicos, vai deixar de poder ser entregue em papel, passando a ser entregue apenas por via eletrónica, segundo um despacho agora publicado.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.
Comentários