Aprovado orçamento da União Europeia. 186,6 mil milhões de euros para 2023

O Parlamento Europeu (PE) aprovou hoje o orçamento comunitário para 2023, dominado pelas consequências da guerra na Ucrânia, em particular nos preços da energia.

A proposta do orçamento, que na terça-feira tinha já recebido o aval do Conselho da União Europeia (UE), foi aprovada com 492 votos a favor, 66 contra e 46 abstenções e equivale a 1,14% do rendimento nacional bruto dos 27 Estados-membros.

Em causa estão autorizações (o montante máximo de fundos que o bloco poderá atribuir no próximo ano) totais fixadas em 186,6 mil milhões de euros e um total de pagamentos (dinheiro que pode ser efetivamente desembolsado) que ascende a 168,6 mil milhões de euros.

Numa outra votação, os eurodeputados aprovaram uma alteração legislativa que permite que a UE obtenha receitas através de recursos próprios oriundos do Sistema de Comércio de Emissões, o Mecanismo de Ajustamento Carbónico Fronteiriço e o acordo da OCDE/G20 para aplicar um imposto global mínimo sobre os lucros das multinacionais.

Esta proposta foi aprovada com 440 votos a favor, 117 contra e 77 abstenções.

Recomendadas

CEO da EDP diz que Portugal tem sido “exemplo de estabilidade” nos preços para as famílias

Em declarações aos jornalistas durante uma visita a um parque solar flutuante em Singapura, o CEO da EDP disse que a evolução dos preços em Portugal, incluindo um aumento médio de cerca de 3% do valor global da fatura de eletricidade dos clientes residenciais da EDP Comercial a partir de janeiro, “é uma coisa perfeitamente estável face ao enquadramento que existe”.

Topo da Agenda: o que não pode perder nos mercados e na economia esta quarta-feira

A União Europeia deverá divulgar na quarta-feira dados concretos sobre a evolução do emprego no terceiro trimestre deste ano. O indicador é importante na definição da estratégia de política monetária daqui para a frente, já que historicamente sinaliza (ou não) um cenário de recessão – uma preocupação que tem estado na agenda dos bancos centrais.

Adjudicados últimos seis lotes do concurso para fornecimento de serviços à rede SIRESP

O concurso para fornecimento de serviços à rede de emergência SIRESP foi concluído na segunda-feira, antes do prazo, com a adjudicação dos restantes seis lotes, anunciou hoje a empresa que gere o sistema.
Comentários