Árabes da Etisalat compram 10% do grupo Vodafone por 4,22 mil milhões de euros

Com uma participação perto dos 10%, a Etisalat passa a ser o maior acionista da Vodafone, ultrapassando a BlackRock, grupo Vanguard e a HSBC Holdings.

A empresa árabe de telecomunicações Etisalat admitiu ter adquirido 9,8% das ações do grupo Vodafone por 4,4 mil milhões de dólares (4,22 mil milhões de euros), escreve a “Bloomberg”. Este é um passo de expansão mundial para a empresa dos Emirados Árabes Unidos.

O grupo árabe terá oferecido 1,30 libras (1,53 euros) por ação do grupo de telecomunicações com sede no Reino Unido. A publicação adianta que a oferta é “premium“, uma vez que as ações do grupo mundial encerraram a 1,17 libras (1,38 euros) esta sexta-feira.

Com uma participação perto dos 10%, a Etisalat passa a ser o maior acionista da Vodafone, ultrapassando a BlackRock, grupo Vanguard e a HSBC Holdings. “O nosso investimento representa uma oportunidade única de adquirir uma participação significativa numa das principais e mais fortes marcas globais de telecomunicações”, adiantou o CEO da Etisalat, Hatem Dowidar, em comunicado enviado ao mercado de valores.

Ao mercado de ações, o grupo dos Emirados Árabes Unidos explicou que não quer adquirir mais ações da Vodafone mas que planeia tornar-se um investidor a longo prazo.

Segundo o comunicado citado pela “Bloomberg”, o grupo “realizou o investimento na Vodafone para ganhar uma exposição significativa a um líder mundial em conectividade e serviços digitais”, pretendendo desenvolver parceiras comerciais entre as duas empresas.

A Vodafone enfrenta atualmente negociações no Reino Unido para unir as suas operações à rival Three UK, propriedade da CK Hutchison. A Etisalat está a intensificar a sua atividade de negócios, focando-se num crescimento orgânico.

A Etisalat é o maior player de telecomunicações dos Emirados Árabes Unidos e está a tentar comprar o restante mercado na Arábia Saudita por 2,1 mil milhões de dólares (2,01 mil milhões de euros), expandindo então a sua presença no mercado mundial. A última expansão aconteceu para mercados emergentes da Ásia e África, ao mesmo tempo que se viu obrigada a reduzir os investimentos na Índia.

A compra da participação da Etisalat na Vodafone acontece depois do multimilionário francês e presidente da Altice, Patrick Drahi, ter acumulado uma participação de 18% no BT Group. O BT Group tem atualmente uma parceria com a Etisalat para o Médio Oriente.

Recomendadas

Vista Alegre ainda com prejuízos mas com forte recuperação

Com um aumento de quase 60% do volume de negócios, o grupo reduziu a dívida líquida em um milhão de euros, o que revela, diz, a solidez da sua tesouraria.

NOS e THU juntam-se para impulsionar o entretenimento digital em Portugal

As duas marcas vão aproveitar a rede 5G para trabalharem em conjunto nas áreas da tecnologia e da criatividade.

Governo põe fim ao protocolo com coleção Berardo e anuncia novo museu no CCB para 2023

A informação foi dada pelo ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva. O protocolo está em vigor desde 2006 entre o Estado, a fundação do Centro Cultural de Belém, Joe Berardo e a associação Coleção Berardo.
Comentários