Arval e o BPI renovam parceria para promover o renting automóvel e a mobilidade sustentável

A Arval, empresa especialista a nível global em renting e gestão de frotas, e o BPI renovam o seu acordo até 2024, para disponibilizar um produto de aluguer operacional automóvel aos balcões do BPI.

Handover of car keys in a dealership

A Arval, empresa especialista a nível global em renting e gestão de frotas, e o BPI renovam o seu acordo até 2024, para disponibilizar um produto de aluguer operacional automóvel aos balcões do BPI.

A renovação desta parceria permite, desta forma, que os clientes do BPI possam continuar a aceder a um conjunto de soluções, marcas e modelos automóveis com condições vantajosas.

A notícia foi comunicada pela empresa de renting automóvel. ” Esta parceria, que teve início há 4 anos, resulta do aumento cada vez maior da procura do aluguer operacional de viaturas. Este produto destina-se a clientes que pretendem usufruir de uma viatura que inclui manutenção, seguro, substituição e reparação de pneus, veículo de substituição, assistência 24 hora, imposto único de circulação e outros benefícios. Esta oferta está disponível para empresas e particulares”, refere a Arval.

A empresa garante que “existe um claro compromisso por parte das duas entidades para promover a transição energética e uma mobilidade mais sustentável, contribuindo em conjunto para o desenvolvimento de um novo ecossistema de mobilidade com fabricantes, concessionários e clientes”, ao mesmo tempo que reconhece também “uma forte aposta na digitalização da experiência do cliente e na expansão da gama de produtos e serviços com soluções de mobilidade elétrica e conectadas”.

Recomendadas

Sindicato denuncia que administração da Caixa quer fechar mais 23 agências (com áudio)

O banco estatal registou lucros de 486 milhões no primeiro semestre de 2022. Sindicato recorda que a CGD já encerrou mais de 300 agências em Portugal.

Banco do Brasil regista lucro recorde no primeiro semestre

O banco público, cujas ações são negociadas na bolsa de São Paulo, atribuiu o seu resultado histórico semestral ao salto na carteira de empréstimos graças à recuperação económica a que o país tem assistido até agora este ano.

Autoridade da Concorrência de Itália aplica multa de 5 milhões à Generali e UnipolSai

A AGCM acusou as duas empresas de “conduta enganosa e agressiva” por “atenderem tardiamente, no que se refere aos prazos estabelecidos pela regulamentação do setor, a inúmeras instâncias” apresentadas por clientes.
Comentários