As 5 maiores fusões e aquisições de sempre

O jornal online G1 recolheu a informação e criou a hierarquia das cinco maiores fusões e aquisições do mundo empresarial a nível mundial. 1. O grupo britânico de telecomunicações Vodafone adquiriu a alemã Mannesmann por 172 mil milhões de dólares (cerca de 160 mil milhões de euros), incluindo a dívida, em 1999. 2. A Vodafone vendeu 45% […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

O jornal online G1 recolheu a informação e criou a hierarquia das cinco maiores fusões e aquisições do mundo empresarial a nível mundial.

1. O grupo britânico de telecomunicações Vodafone adquiriu a alemã Mannesmann por 172 mil milhões de dólares (cerca de 160 mil milhões de euros), incluindo a dívida, em 1999.

2. A Vodafone vendeu 45% da sua participação na Verizon Wireless à gigante americana das telecomunicações Verizon por 130,1 mil milhões de dólares (cerca de 121,15 mil milhões de euros), em 2013.

3. A britânica SABMiller aceita a oferta de compra da AB InBev, de capital belga e brasileiro, em outubro de 2015. Segundo a Dealogic, o negócio está avaliado em 122 mil milhões de dólares (113,6 mil milhões de euros), incluindo a dívida.

4. A americana Time Warner anuncia uma fusão com a AOL por 112,1 mil milhões de dólares (104,4 mil milhões de euros), em 2000. Foi um exemplo dos primeiros excessos da era dot.com. As empresas voltaram a separar-se em 2009.

5. A farmacêutica americana Pfizer adquire a rival Warner Lambert em 1999. O negócio foi avaliado em 111,8 mil milhões de dólares (110,6 mil milhões de euros), incluindo a dívida. A Pfizer tornou-se pouco depois a maior empresa farmacêutica mundial.

Fonte: G1

Nota: Conversões dólar/euro realizadas a 11 de novembro de 2015

Recomendadas

Amazon planeia gastar 95 milhões de euros por ano em publicidade no Twitter

Este valor faz parte da estratégia da retalhista online no regresso à publicidade na rede social agora liderada por Elon Musk, mas está ainda dependente de alguns “ajustes de segurança” na plataforma de anúncios do Twitter.

Comércio online representou 22% de todo o comércio na Black Friday

As compras por MB Way dispararam face a 2019, com uma subida de 1.730%, de acordo com os dados divulgados pelo Forward Payment Solutions (SIBS).

Saídas de capital do Credit Suisse quase estancadas e já se nota regresso de depositantes de elevado património

O banco deverá ter perdido cerca de 10% dos fundos depositados na operação de gestão de ativos, devido a desconfianças dos clientes relativamente à solvabilidade da instituição.