As boas intenções que são pequenas agressões

A nova campanha da Associação Pais 21 – Down Portugal pretende sensibilizar para as microagressões a que diariamente as pessoas com trissomia 21 e as suas famílias estão expostas.

“Nem parece ter trissomia 21, é tão bonita!“ – As boas intenções que são pequenas agressões” é a nova campanha da Associação Pais 21 – Down Portugal.

Dia 21 de Março comemora-se o dia internacional da trissomia 21 e para assinalar este dia a Associação Pais 21 – Down Portugal lança uma campanha sobre os pequenos insultos diários, verbais e não-verbais, intencionais ou por parte de pessoas bem-intencionadas, que comunicam – de forma impercetível – mensagens depreciativas a pessoas ou grupos minoritários. Podem inclusive vir das pessoas de quem mais se gosta.

Como refere Sara Martinho,  psicóloga social e investigadora no CIS/ISCTE-IUL  “Na trissomia, as microagressões são muitas vezes expressas através de pequenas invalidações e insultos. São deliberadas e resultam de estereótipos e ideias erradas. É importante sensibilizar para as microagressões no dia-a-dia da trissomia 21, tendo em vista a desconstrução de falsas ideias, e para que as boas intenções não causem qualquer constrangimento.”.

A campanha deste ano conta com a colaboração da Yara Kono do Planeta Tangerina, que ilustrou algumas das microagressões mais comuns. As ilustrações divertidas pretendem chamar a atenção para situações do dia-a-dia nas vidas das pessoas com trissomia 21 e das suas famílias. Podemos contar 21 pessoas: mulheres, homens e crianças que representam a diversidade da sociedade – e nem mesmo os animais de companhia foram esquecidos. Estamos todos ali.

“Quisemos chamar a atenção para o que ouvimos repetidamente e nos fere. Quando alguém nos diz, com as melhores das intenções, que o nosso filho nem parece ter trissomia 21, sabendo-se que existem traços comuns e visíveis, isto é tornar uma qualidade do nosso filho invisível. É preciso que se saiba que aquela pessoa tem trissomia 21, não faz mal que se note, é uma das muitas características que a define. Dizer que não se vê, apesar da boa intenção subjacente, é invalidar a sua existência. E numa sociedade inclusiva devemos refletir sobre estas questões (e outras)”, sublinha Marcelina Souschek, presidente da Pais 21.

Há muitos mitos à volta das pessoas com trissomia 21 que é preciso desconstruir. É preciso falar nestas pequenas coisas que ferem. Nem sempre o que se diz com a melhor das intenções é positivo. E a médio prazo são incidentes que comportam riscos acrescidos a nível do bem-estar físico, psicológico e social.

 

Este conteúdo patrocinado foi produzido em colaboração com a Associação Pais21.

Recomendadas

Fitch Rating antecipa ano desastroso para o sector imobiliário

Os países que preferiram as taxas variáveis e permitiram um forte aumento do preço das casas estão especialmente vulneráveis à inflação e à queda da procura. Portugal não faz parte do estudo, mas tem tudo para fazer parte do pior cenário.

Revolut nomeia Elisabet Girvent para responsável de vendas em Espanha e Portugal

O seu objetivo passa por continuar a expandir os serviços da Revolut Business na região. A Revolut Business é o serviço bancário empresarial da Revolut. Esta solução encontra-se em funcionamento desde 2017 e foi concebida para atender às necessidades de start-ups, PME familiares e grandes empresas tecnológicas.

Noção de mercados emergentes na banca está morta, diz Mckinsey. Ásia concentra crescimento

Os bancos na Ásia-Pacífico podem ganhar com uma perspectiva macroeconómica mais forte, enquanto que os bancos europeus enfrentam uma perspectiva mais sombria. “No caso de uma longa recessão, estimamos que a rendibilidade dos bancos a nível mundial possa cair para 7% até 2026 e para baixo dos 6% nos bancos europeus”, diz a Mckinsey.
Comentários