As cinco tendências tecnológicas que vão mudar o futuro

O avanço tecnológico que se tem sentido promete marcar tendências e repercutir-se na vida das pessoas durante longos anos nas mais variadas matérias.

O novo ano promete marcar uma série de tendências tecnológicas, em maior ou menor medida, mudando as nossas vidas até perto de 2050, de acordo com o elEconomista.

1. As compras físicas vão acabar

A principal tendência no consumo para os próximos anos aponta que muitos produtos se converterão em serviços. Atualmente já não se compra em loja música, videojogos ou filmes, a tendência dita que os consumidores preferem pagar um aval mensal pelo Netflix, Spotify, prevendo-se que este procedimento continue. ´

2. Os “trabalhos” não vão ser o que eram

Não importa aqui referir apenas a maior presença de robots em fábricas, a crescente economia freelance e os espaços de trabalho que se adaptam às circunstâncias e diferentes das de hoje em dia são também relevantes nesta matéria.

3. Tudo será mais barato

Acedemos a mais serviços a menor custo, como as chamadas de telefone, e também a esperada extensão das energias renováveis deve tornar o acesso à energia mais acessível.

Os custos da saúde também apresentam uma queda.

4. A inteligência artificial ganha poder

Já há computadores que tomam decisões que nos afetam: uma simples concessão de crédito já pode depender apenas de um computador que manobra as variáveis.

5. Os ‘drones’ já estão por aqui e, vão ficar

Os dispositivos aéreos vão continuar a ampliar as suas funções e a melhorar, especialmente em segurança e autonomia, as suas características.

Recomendadas

Equinix cria fundo solidário de 50 milhões para promover a inclusão digital

A empresa de tecnologia norte-americana criou uma nova estrutura de apoio educativo. O conselho de administração da fundação irá, todos os anos, determinar o montante de doações da fundação, de modo a cobrir a concessão de contribuições ou a correspondência com as ofertas dos colaboradores.

Tecnológica portuguesa Innowave compra Cycloid

Desde 2018 que o grupo tem uma forte estratégia de M&A. “Esta aquisição é mais um passo na nossa estratégia de crescimento, materializada também na criação de centros de competência em Portugal, como é o caso de Lisboa, Porto, Coimbra, Faro e Beja”, afirmou o CEO da Innowave, Tiago Gonçalves.

Worten cria centro de Marketing Digital

A equipa, liderada por Simão Pires, vai ser responsável pela coordenação de media, redes socias e conteúdo digital, integração e coordenação de meios de comunicação digital e transformação de processos criativos para garantir foco digital.
Comentários