As festas iluminadas e muito animadas

As iluminações das festas de Natal e de Fim-do-ano têm este ano mais cor.

Orçamentadas em cerca de 1,5 milhões de euros (sem IVA), e a traduzir menos cerca de meio milhão de euros que no ano anterior, passaram a contemplar novos edifícios.

E é usando igualmente as iluminações e os pinheiros que foi idealizada e concretizada uma homenagem às comunidades madeirenses espalhadas pelo mundo, com as cores dos respetivos países. A Rotunda Harvey Foster, à entrada do Porto do Funchal, é dedicada aos madeirenses da diáspora na África do Sul; a Rotunda CC La Vie, é dedicada aos que estão no Reino Unido; a Praça do Carmo, aos que estão no Brasil, e, finalmente, o Jardim Almirante Reis, é um tributo aos que estão na Venezuela.

Cumprindo a tradição, a animação volta a concentrar atenções no centro da cidade do Funchal com o Presépio de Natal e o Mercadinho de Natal, composto por 15 barraquinhas, no passeio central da Avenida Arriaga, a Aldeia Etnográfica, no Largo da Restauração, e o Natal das Crianças, no Jardim Municipal. Este último conta com maior participação de crianças. Três árvores foram decoradas pelo Externato Princesa Dona Amélia e pelos infantários João de Deus e Primaveras.

Houve lugar para “I Concurso de Decorações de Natal” lançado como desafio à hotelaria regional, cuja votação ainda continua a decorrer online para os que decidiram participar.

O fogo-de-artifício, que irá rasgar os céus no dia 31, contará com mais fogo português, muito apreciado pelo público madeirense, a cargo da empresa Macedos. No global, com o tema “Paraíso no Atlântico”, vai custar cerca de 800 mil euros (sem IVA).

O fogo vai ser lançado de 38 postos, 33 dos quais vão estar anfiteatro da cidade do Funchal e quatro no mar, e ainda um no Porto Santo.

Duas notas para referir que a ocupação hoteleira está em linha com o ano forte que o destino Madeira está a conhecer e que o custo global das festas de Natal e de Fim-do-ano está orçado em 3,2 milhões de euros.

Recomendadas

Secretário da Economia considera que a Madeira tem “os melhores indicadores económicos de sempre”

A expetativa do governante é de que este ano a região melhore esses resultados, atingindo um novo máximo no PIB, e atraindo mais visitantes e comércio.

Grupo SATA integra projeto Cluster Grace Açores

Associados e membros do cluster partilham boas-práticas e desenvolvem sinergias com o objetivo de colocar os temas da Agenda 2030, 2050 e ESG (Environmental, Sustainability and Governance) como prioritários nas agendas das empresas.

Madeira: IHM renova campo de jogos do Bairro da Nazaré num investimento de 65 mil euros

A reabilitação daquele espaço e a introdução de um campo destinado à prática do Madeirabol, deverá constituir mais um polo de atração e recreio para os moradores, mas também para a população em geral.
Comentários