Moratórias de crédito terminam hoje, avisa Banco de Portugal

As moratórias recuaram para 1,2 mil milhões em novembro, depois de em setembro o montante de créditos ter reduzido progressivamente.

O Banco de Portugal alertou, esta sexta-feira, que as moratórias de crédito terminam hoje. As moratórias recuam para 1,2 mil milhões em novembro, o valor mais baixo desde o início do regime.

Em comunicado o Banco de Portugal dá nota que “no final de novembro de 2021, apenas 1,2 mil milhões de euros em empréstimos estavam abrangidos por esta medida”. Assim a “totalidade dos contratos em moratória termina hoje, dia 31 de dezembro de 2021. Neste contexto, o Banco de Portugal informa que esta é a última nota de informação estatística sobre moratórias de crédito”.

As maiores diminuições do montante de créditos em moratória ocorreram desde setembro, quando os bancos tinham 19,2 mil milhões de euros de empréstimos neste regime. Por outro lado, o valor mais elevado foi registado em setembro de 2020 com 48,1 mil milhões de euros. As moratórias tiveram início em março de 2020 com 3,7 mil milhões de euros.

 

Recomendadas

BNA levanta suspensão da participação no mercado cambial imposta ao Finibanco Angola

O Finibanco Angola tinha sido suspenso de participar no mercado cambial, por um período de 45 dias, pelo Banco Nacional de Angola (BNA), depois de o supervisor bancário angolano detectar incumprimentos durante uma inspecção pontual, em meados de agosto.

Banco de Portugal mantém a zero a exigência aos bancos de um “reserva contracíclica de fundos próprios”

O Banco de Portugal revelou o tradicional comunicado sobre a reserva contracíclica de fundos próprios, desta vez relativa ao 4.º trimestre de 2022. O supervisor vai manter a dispensa de constituição de reserva contracíclica para a banca no quatro trimestre deste ano, à semelhança do que sucedeu nos anteriores.

Merlin Properties compra sede do Novobanco na Avenida da Liberdade por 112 milhões

A informação do comprador foi confirmada pela entidade bancária esta sexta-feira em comunicado, depois de já ter avançado com o valor do negócio nas últimas semanas.
Comentários