Assembleia da Madeira aprova por unanimidade taxa reduzida de IVA para obras da IHM

Foram também aprovadas resoluções do PSD e PCP relativamente ao novo hospital.

A Assembleia Legislativa da Madeira aprovou por unanimidade uma proposta apresentada pelo PSD, que visava a equiparação do Investimentos Habitacionais da Madeira (IHM) ao IRHU, aplicando uma taxa reduzida de IVA para a obras de prédios para habitação social.

Por unanimidade foram também aprovadas uma resolução do PSD para que o Estado financie em 50% a construção do Novo Hospital, com IVA incluída, e sem a dedução dos valores referentes ao Hospital Dr. Nélio Mendonça e o Hospital dos Marmeleiros.

A resolução do PCP que exigia ao Estado que estabelecesse a calendarização do apoio financeiro para a construção do Novo Hospital, por parte do Estado, foi também aprovada por unanimidade.

De referir que nas votações os votos de congratulação do PS, CDS-PP PSD, que destacavam o facto da Madeira ter conquistado o prémio de Melhor Destino Insular do Mundo 2019, foram também aprovados.

[frames-chart src=”https://s.frames.news/cards/parlamento-da-madeira-1/?locale=pt-PT&static” width=”300px” id=”1136″ slug=”parlamento-da-madeira-1″ thumbnail-url=”https://s.frames.news/cards/parlamento-da-madeira-1/thumbnail?version=1573662702424&locale=pt-PT&publisher=www.jornaleconomico.pt” mce-placeholder=”1″]

Recomendadas

Madeira: Sociedade Metropolitana de Desenvolvimento disponibiliza máquina ATM Express na Praça CR7

As caixas ATM são especialmente direcionadas para os turistas, sector que têm vindo a atingir valores históricos na Região.

Madeira supera 1,1 milhões de dormidas no alojamento turístico em agosto

As estimativas para as dormidas de agosto de 2022 superam em 67 mil o valor do mês anterior, passando assim a constituir o registo mensal mais alto de sempre observado no alojamento turístico da Região.

Madeira investe 923 mil euros na reabilitação da ER 103 entre o Terreiro da Luta e o Poiso

Pedro Fino explicou que esta obra não foi financiada com fundos europeus, mas que a Região aguarda a abertura do novo quadro comunitário, contando que deverá haver enquadramento para o financiamento da reabilitação desta estrada.
Comentários