Assembleia da Madeira associa-se a voto de protesto sobre integração dos precários da RTP-Madeira

António Lopes da Fonseca, do CDS, foi mais longe nas críticas, dirigindo-se ao Governo da República. “Quem manda na RTP é o Governo da República, portanto a RTP-Madeira continua a ser ostracizada pelo Governo da República”.

Os partidos da Assembleia Legislativa da Madeira afirmaram a intenção de associarem-se a um voto de protesto da autoria do PCP sobre a inércia na integração dos trabalhadores precários da RTP-Madeira.

O voto de protesto remonta ao facto de nenhum trabalhador do centro de produção da Madeira ter sido integrado nos quadros, enquanto houve mais de uma centena de trabalhadores dos centros de produção de Lisboa, Porto e Açores que foram integrados.

“É de facto uma vergonha digna de protesto que promessas efetuadas numa audição ao Presidente do Conselho de Administração da RTP em que a situação dos 18 trabalhadores precários e o facto do indeferimento dos processos de integração dos quadros foi tema-chave, e em que nos foi assegurado que a siatuação estava em reanálise, não tenha tido jamais refletida qualquer realidade”, apontou o deputado do PSD Adolfo Brazão.

O deputado do Juntos pelo Povo (JPP) Rafael Nunes ente que esta situação é “uma clara violação ao programa de regularização dos vínculos precários da administração pública”, acrescentando que “uma vez mais verifica-se um tratamento diferenciado entre a Região e o resto do País”.

Da parte do Partido Socialista, a deputada Marina Barbosa salienta que esta situação é “realmente inadmissível”, expressando a intenção de o PS se associar ao voto de protesto do PCP.

António Lopes da Fonseca, do CDS, foi mais longe nas críticas, dirigindo-se ao Governo da República. “Quem manda na RTP é o Governo da República, portanto a RTP-Madeira continua a ser ostracizada pelo Governo da República”.

Recomendadas

O excesso de peso da mochila pode ser prejudicial à saúde do seu filho

É importante redobrar os cuidados e repensar nos materiais a levar para a escola, já que a mochila com peso tem um forte impacto na postura da criança.

Madeira: ACIF participa na quinta reunião transnacional do projeto BLUE-TEC

O projeto visa promover o crescimento inteligente do turismo náutico e costeiro da Macaronésia.

PSD/Açores disponível para novo modelo de financiamento dos bombeiros

O deputado regional social-democrata Luís Soares considerou necessário “saber como funcionam os mecanismos de acesso aos fundos comunitários, mantendo uma porta direta pelos bombeiros, em vez das candidaturas serem elegíveis somente através das câmaras municipais”.
Comentários