Assista esta quinta-feira à JE Talks: Guia de Fundos (com áudio)

As tendências e os factores que vão marcar o desempenho dos fundos disponíveis no mercado nacional vão estar em análise na próxima JE Talks. Assista em direto esta quinta-feira, 7 de julho, às 17h00, na JE TV.

O Jornal Económico realiza na próxima quinta-feira, 7 de julho, a JE Talks: Guia de Fundos, uma conversa enquadrada no caderno especial dedicado ao mesmo tema que segue esta sexta-feira para as bancas com a edição impressa do JE.

Nesta iniciativa iremos analisar as principais tendências e factores que irão marcar o desempenho dos fundos disponíveis no mercado nacional. Além disso, tentaremos perceber junto de especialistas como é que os investidores e gestores podem navegar um ano que deverá ser de ganhos nas bolsas, mas que não está a imune a riscos significativos. Exemplos desses riscos são o regresso da inflação, a subida das taxas de juro, o risco de uma nova variante da Covid ou a guerra que decorre em solo europeu.

Pode assistir a esta conversa em direto, no dia 7 de julho, a partir das 17h00 na JE TV e nas restantes plataformas digitais do JE, no Facebook e YouTube.

Recomendadas

Portugal registou 15.214 novos casos de Covid-19 e 43 mortes na última semana

Entre 9 e 15 de agosto, registou-se uma descida no número de casos positivos por Covid-19 (4.382) e morreram menos 20 pessoas quando comparado com a semana anterior, revelou a DGS.

TAP. Sindicatos acusam gestão de colocar empresa em “rota de colisão”

Os sindicatos que hoje promoveram um protesto com cerca de 1.000 trabalhadores da TAP entregaram um manifesto no Ministério das Infraestruturas, endereçado a Pedro Nuno Santos, onde acusam a gestão de colocar a empresa em “rota de colisão”.

Ministério das Infraestruturas assegura que está atento às “reivindicações e apelos expressos dos trabalhadores da TAP”

Contudo, o ministério liderado por Pedro Nuno Santos defende que “é preciso não esquecer que a companhia aérea atravessa ainda aquele que é o momento mais desafiante da sua história”, aludindo aos efeitos da pandemia no sector. 
Comentários