Associação luta pela proibição da vigilância biométrica em massa

Associação D3 junta-se ao #ReclaimYourFace: o objectivo é proibir a vigilância biométrica em massa

Michal Jakubowski/Unsplash

A Associação D3 – Defesa dos Direitos Digitais é o mais recente membro do movimento #ReclaimYourFace, onde já estão outras quarenta associações europeias.

O objectivo desta iniciativa é fazer um apelo à «proibição da utilização de sistemas de inteligência artificial com fins nocivos» – um dos casos é a «vigilância em massa com recurso a dados biométricos», situação que o #ReclaimYourFace quer ver proibida.

«Os dados biométricos são próprios e únicos de cada um dos nossos corpos e comportamentos, e que divulgam informações sensíveis sobre quem somos», lembra a D3, que acusa «governos, forças policiais e empresas» de usarem «dispositivos de gravação (como câmaras de CCTV) e software de reconhecimento facial para colectar» esta informação e tratar pessoas como «códigos de barras ambulantes».

Este movimento assume a forma de Iniciativa de Cidadania Europeia (ICE), uma ferramenta que a União Europeia (UE) dá aos cidadãos para se «organizarem e exigirem colectivamente novos quadros legislativos».

#ReclaimYourFace tem de juntar um milhão de assinaturas
Para ser submetida à apreciação da Comissão Europeia, e ser motivo de debate no Parlamento Europeu, esta ICE precisa de apresentar «um milhão de assinaturas em pelo menos sete estados-membros» em 2021.

«Esta é uma oportunidade única que temos, enquanto cidadãos da UE, de pedir uma lei que nos proteja, tornando ilegais as práticas de vigilância biométrica em espaços públicos», diz a D3. As assinaturas devem ser feitas no site reclaimyourface.eu/pt.

PCGuia
Recomendadas

“Há interessados em criar Zonas Livres Tecnológicas para criptomoedas”, diz secretário de Estado da Digitalização

Mário Campolargo, em entrevista ao Jornal Económico, explica os objetivos do Governo em renovar a Estratégia de Blockchain e Web3 e garante que há interesse por parte de vários ‘players’ em testar moedas virtuais nos espaços livres de constrangimentos regulatórios.

Empresas reafirmam investimento contra riscos cibernéticos

A cibersegurança é uma prioridade para as empresas. O reforço do investimento na proteção de contra ataques mantém-se apesar da conjuntura atual marcada pela subida dos custos. 

Equinix cria fundo solidário de 50 milhões para promover a inclusão digital

A empresa de tecnologia norte-americana criou uma nova estrutura de apoio educativo. O conselho de administração da fundação irá, todos os anos, determinar o montante de doações da fundação, de modo a cobrir a concessão de contribuições ou a correspondência com as ofertas dos colaboradores.
Comentários