Atenção: Entrar em 2017 vai demorar mais 1 segundo

Ajustamento aplica-se aos países que utilizam o Tempo Coordenado Universal, onde se enquadra o nosso País.

Portugal e os outros países que utilizam o Tempo Universal Coordenado vão adicionar um segundo nos instantes antes da entrada em 2017. Assim, o último minuto deste ano terá 61 segundos.

De acordo com o Observatório de Paris, que integra o Serviço Internacional de Sistemas de Referência e Rotação da Terra, “este segundo extra torna possível alinhar o tempo astronomicamente, que é irregular e determinado pela rotação da Terra”.

Uma vez que a rotação da Terra é irregular, e está a atrasar de forma gradual, é necessário que seja feito um ajustamento.

Em 1972, com a introdução dos segundos adicionais, foi feito um ajustamento e foram adicionados 10 segundos ao Tempo Universal Coordenado.

Recomendadas

Mundial2022: Qatar condena campanha “infundada” em resposta a críticas do PE

O Qatar condenou a resolução adotada na semana passada pelo Parlamento Europeu (PE) criticando a sua escolha como sede do Mundial de futebol em curso e denunciou uma campanha “infundada” assente em “acusações falsas e informação enganosa”.

Covid-19: Human Rights Watch pede respeito pelos direitos de manifestantes na China

A Human Rights Watch defendeu hoje que o Governo chinês deve respeitar os direitos de todos aqueles que protestam pacificamente contra as restrições no combate à pandemia de covid-19.

Sociedade civil são-tomense pede investigação internacional a “triste episódio” com quatro mortos

A sociedade civil são-tomense pediu hoje aos parceiros de cooperação uma “investigação internacional urgente” sobre o “triste episódio” do ataque ao quartel militar, na sexta-feira, em que morreram quatro pessoas, alegadamente após “agressão e tortura”.
Comentários