Atenção, Portugal: Há mais países europeus a disputar fábrica da Tesla

Depois de o executivo português ter manifestado interesse em receber a fábrica da Tesla, Holanda, Espanha e França alistam-se ao lado de Portugal na disputa pela ‘Gigafábrica’.

Holanda, Espanha e França já se posicionaram ao lado de Portugal na luta pela ‘Gigafábrica’ da Tesla.

Depois do executivo de António Costa ter estabelecido conversações no sentido de receber a fábrica da empresa norte-americana em Portugal, sabe-se agora que o governo holandês estará interessado em somar outra fábrica da Tesla ao país. A cidade de Tilburgo integra já uma fábrica de montagem da multinacional norte-americana.

Nas palavras do ministro da Economia do país, o seu executivo vai “certamente esforçar-se para trazer a fábrica para os Países Baixos”, pode ler-se numa carta dirigida ao Parlamento. No mesmo escrito, o membro do governo holandês deixou claro que o investimento “irá reforçar o sector automóvel na província do Brabante e noutras regiões dos Países Baixos”, de acordo com informação do site noticioso NU,

no final do mês passado.

Além dos Países Baixos, a Xunta da Galiza já tinha mostrado intenções de receber a fábrica, depois de, em junho, ter assumido que está atenta ao investimento. A cidade de Paterna, nas proximidades de Valência, lançou em meados deste ano uma campanha para atrair a fábrica à região, contando com o apoio do Executivo da Comunidade Valenciana. De forma a alicerçar as a probabilidade de conseguir o investimento, a Xunta da Galiza recordou que a região conta também com uma fábrica da Ford e que existe um porto mediterrâneo naquela zona.

Em França, Ségolène Royal, ministra da Energia, aludiu à fixação da nova fábrica da Tesla numa antiga central nuclear em Alsácia. Segundo informação do site Electrek, o executivo francês tinha planeado uma reunião com a empresa norte-americana.

Por cá, várias autarquias portuguesas mostraram interesse em receber a fábrica da Tesla, entre as quais Palmela, Mangualde e Torres Vedras.

Recomendadas

Portugal com maior subida de carga fiscal na OCDE. “Não é uma liderança que nos orgulha”, afirma Marques Mendes

O comentador apontou o facto de que em 2010, a carga fiscal nacional correspondia a 30,4% do PIB e onze anos depois subiu para 35,8%. “Está claramente acima da média da OCDE que está neste momento nos 34,1%”, referiu.

Bruxelas com resposta adequada às “distorções” da lei da inflação nos EUA

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, prometeu este domingo uma resposta “adequada e bem calibrada” para mitigar as “distorções” da lei norte-americana para a redução da inflação.

Conferência “Poupar e Investir para um Futuro Melhor” a decorrer em Lisboa, com o apoio do Jornal Económico

A conferência é organizada pela Optimize Investment Partners, sociedade gestora portuguesa que disponibiliza uma gama de soluções de investimento para diversos perfis de risco e objetivos. Moderada por Nuno Vinha, subdiretor do Jornal Económico, consiste numa palestra de 30 minutos de cada um dos quatro oradores, um coffee break e uma mesa redonda com espaço para perguntas e respostas e interação com a plateia.
Comentários