Atenção, senhorios: termina hoje o prazo para entrega da declaração anual de rendas

Os proprietários de imóveis arrendados que não emitam periodicamente recibos de renda através do Portal das Finanças terão de entregar a declaração anual às finanças até esta quarta-feira.

Cristina Bernardo

De acordo com a informação disponível no Portal das Finanças, “a declaração deve ser apresentada pelas pessoas singulares (IRS) titulares de rendimentos prediais (categoria F) que, estando dispensados de emitir recibo de renda eletrónico, não tenham optado pela sua emissão”.

Em causa está a declaração anual de rendas, através do Modelo 44, que pode ser entregue em papel, diretamente nos balcões dos serviços de Finanças, ou ser enviada pela internet, através do Portal das Finanças, pelos senhorios que estejam dispensados de passar recibos eletrónicos de renda.

Quem tem de apresentar declaração?

Todos os que a 31 de dezembro tinham idade igual ou superior a 65 anos e todos os que não estejam obrigados a possuir caixa postal eletrónica, bem como os proprietários de casas arrendadas que tenham auferido no ano anterior rendimentos prediais que não ultrapassem duas vezes o valor do IAS (Indexante de Apoios Sociais) ou que, não tendo tido rendimentos no ano anterior, não prevejam, no ano corrente, ultrapassar esse mesmo valor.

Os contribuintes casados terão de entregar duas declarações a menos que o imóvel arrendado seja bem próprio de um deles, se estiverem casados em regime de separação de bens ou, nos outros regimes, se foi adquirido antes do matrimónio.

Recomendadas

Comunidades pedem a António Costa que resolva “discriminação” de pensionistas

O Conselho Regional das Comunidades Portuguesas na Europa (CRCPE) endereçou hoje uma carta ao primeiro-ministro de Portugal a solicitar a atualização das pensões e reformas para evitar perdas do valor futuro das pensões e reformas dos portugueses no estrangeiro.

JMJLisboa2023. Portugal terá retorno económico de cerca de 350 milhões de euros

A Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que se realiza no próximo mês de agosto em Lisboa, vai ter um retorno económico para Portugal de cerca de 350 milhões de euros, revelou hoje o coordenador do evento nomeado pelo Governo.

Câmara de Grândola aprova nova descida do IMI e alargamento do IMI familiar

A Câmara Municipal de Grândola aprovou, na passada quinta-feira, as propostas de redução do IMI de 0,34% para 0,33%, e de alargamento do IMI familiar para famílias com um dependente. Reduções que são para vigorarem em 2023.
Comentários