Atentado suicida junto à Embaixada da Rússia no Afeganistão faz dois mortos e 11 feridos (com áudio)

Um bombista suicida detonou vários explosivos junto à entrada da representação diplomática russa, localizada na zona sudoeste da capital afegã, de acordo com as agências internacionais, que citam as autoridades locais.

Pelo menos duas pessoas morreram e outras 11 ficaram feridas num atentado suicida hoje perpetrado junto à Embaixada da Rússia em Cabul, no Afeganistão, segundo as autoridades locais.

Um bombista suicida detonou vários explosivos junto à entrada da representação diplomática russa, localizada na zona sudoeste da capital afegã, de acordo com as agências internacionais, que citam as autoridades locais.

O incidente ocorreu “em frente à embaixada russa, quando o bombista suicida tentou atacar o chefe de segurança da embaixada”, disse o chefe da polícia da zona, Malavi Saber, em declarações à agência espanhola EFE.

“Entre os mortos está um funcionário afegão da embaixada russa e um civil”, referiu a mesma fonte, precisando que um membro das forças de segurança talibãs consta entre os 11 feridos.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros russo confirmou, entretanto, que a explosão matou dois membros do pessoal da embaixada, mas sem dar mais pormenores.

A agência estatal russa RIA Novosti também noticiou o ataque, avançando que o incidente ocorreu quando um funcionário diplomático russo se dirigiu à zona exterior da embaixada para chamar os nomes dos candidatos a um visto que ali aguardavam.

Recomendadas

“Guerra fiscal” em Espanha provoca descida de impostos e nova taxa sobre fortunas

Espanha assiste estes dias a uma “guerra fiscal”, com governos regionais a anunciarem descidas e abolições de impostos a que o executivo nacional vai responder com um “pacote fiscal” que cria um imposto temporário sobre grandes fortunas.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta terça-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta terça-feira.

Ativistas aumentam pressão sobre governos para intensificarem esforços de ação climática

Até ao momento, mais de 80 processos judiciais foram iniciados em todo o mundo para “obrigar” os governos a intensificarem os esforços.
Comentários