Atividade no comércio a retalho cresceu em setembro

Índices de volume de negócios, emprego, remunerações e horas trabalhadas no comércio a retalho, revelados hoje pelo INE aumentaram face ao período homólogo.

David Paul Morris/Bloomberg

O índice de volume de negócios no comércio a retalho passou de uma variação homóloga de 2,9% em agosto para 3,1% em setembro. Os índices de emprego, de remunerações e de número de horas trabalhadas, apresentaram taxas de variação homóloga de 2,7%, 4,5% e 2,6%, respetivamente (2,7%, 5,6% e 4,2% em agosto, pela mesma ordem), revelou hoje o INE.

O índice de volume de negócios no comércio a retalho registou uma taxa de variação homóloga de 3,1% em setembro, acelerando 0,2% face à taxa observada no mês anterior. Este comportamento resultou “do desempenho do agrupamento de Produtos alimentares que passou de uma variação homóloga de 3,7% em agosto para 4,8% em setembro.” O índice do agrupamento de Produtos não alimentares registou uma variação homóloga de 1,9% (2,3% em agosto).

No terceiro trimestre de 2016, as vendas no comércio a retalho registaram uma variação homóloga de 3,3% (2,2% no trimestre anterior). A variação homóloga trimestral do agrupamento de Produtos alimentares fixou-se em 5,2% (3,5% no segundo trimestre), enquanto o índice do agrupamento Produtos não alimentares aumentou 2,0% (variação de 1,3% no trimestre anterior).

O relatório refere que, o índice de emprego no comércio a retalho registou um crescimento homólogo de 2,7% em setembro (taxa igual à do mês precedente). A variação mensal do índice de emprego observada em setembro foi -0,8% (idêntica à apresentada no mesmo período de 2015).

Em relação ao índice de remunerações no comércio a retalho, este registou, em termos homólogos, um aumento de 4,5% (5,6% em agosto). Comparativamente com o mês anterior, o índice de remunerações diminuiu 5,1% em setembro (variação de -4,1% no mesmo período de 2015).

A variação homóloga do volume de trabalho no comércio a retalho, medido pelo índice de horas trabalhadas ajustado de efeitos de calendário, foi 2,6% em setembro (variação de 4,2% no mês anterior). A taxa de variação mensal do índice de horas trabalhadas no comércio a retalho, ajustado dos efeitos de calendário, foi -1,0% em setembro, o que compara com 0,6% no mesmo mês do ano anterior.

Recomendadas

Confiança em queda nas principais economias europeias agrava risco de recessão

Alemanha, França e Itália reportam quedas maiores do que o esperado na confiança das famílias e sector privado, espelhando a preocupação dos agentes económicos com a subida de preços na zona euro e dando cada vez mais força à possibilidade de uma recessão real no final deste ano e início de 2023.

Governo quer prolongar Programa Regressar e aumentar o benefício do IRS Jovem

O Governo quer prolongar o regime fiscal associado ao programa Regressar e aumentar o benefício anual do IRS Jovem, segundo a proposta do acordo de rendimentos e competitividade que está a ser hoje discutida na Concertação Social.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.
Comentários