Audi TT coupé e TTS Coupé: Clássico regressa com tecnologia de ponta

A primeira geração do Audi TT chegou em 1998. Aconteceu uma revolução, lembra a marca. O design e a linguagem geométrica levou o carro ao patamar de ícone, Regressa o TT com a terceira geração, tendo sido reinterpretados vários conceitos da primeira geração, mas tudo com muita tecnologia. As linhas horizontais dominam a parte dianteira […]

A primeira geração do Audi TT chegou em 1998. Aconteceu uma revolução, lembra a marca. O design
e a linguagem geométrica levou o carro ao patamar de ícone, Regressa o TT com a terceira geração,
tendo sido reinterpretados vários conceitos da primeira geração, mas tudo com muita tecnologia.

As linhas horizontais dominam a parte dianteira do novo Audi TT coupé. Realça a marca que a grelha “singleframe” é muito mais ampla e mais plana do que acontecia no modelo anterior, com uma poderosa linha que a divide em duas zonas. Realce ainda para dois contornos em forma de V que sobressaem no capô do motor, fazendo lembrar o R8.
Os faróis estreitos dão a imagem de determinação, sendo que os faróis com tecnologia Led são opcionais, a par da nova tecnologia Matrix Led, onde díodos controlados individualmente são responsáveis pelo feixe de luz principal.
Esguio e musculado é uma das características do novo TT quando visto de perfil. Com pouco mais de 4,17 metros, o coupé é quase do mesmo comprimento que o seu antecessor, apesar da distância entre eixos ter crescido 37 mm, evidenciando distâncias muito curtas entre o centro da roda e os limites dianteiros e traseiros. Mas não nos esqueçamos do TT da primeira geração. Os designers não renegaram o passado. O contorno da embaladeira com uma poderosa aresta, juntamente com as largas cavas das rodas, constituem entidades geométricas distintas. Na frente tem a linha do guarda-lamas que interseta com a união do capô, linha que continua pela porta que se estende até à parte traseira. A inclinação do pilar C transmite ao carro uma imagem atlética. Na secção traseira, as linhas horizontais permitem reforçar a sensação de largura e desportivismo do TT.
De realçar que a uma velocidade de 120 Km/h o spoiler ergue-se da tampa da bagageira para melhorar a resistência do ar e as forças aerodinâmicas descendentes. Todas as motorizações possuem duas grandes ponteiras de escape redondas e posicionas no difusor. O interior é de luxo. Evoca-se a personalização e o carácter de um puro desportivo. As linhas horizontais e superfícies enfatizam a largura do interior. A consola do túnel central e que suporta a zona dos joelhos quando se conduz mais rapidamente em zonas sinuosas, e os painéis das portas têm formas fluídas similares.

Recomendadas

Cinco milhões para ações de emergência na serra da Estrela até final do ano

O ministro do Ambiente e da Ação Climática, Duarte Cordeiro, disse que o Fundo Ambiental disponibiliza, até ao final do ano, cerca de cinco milhões de euros para ações de emergência.

Costa Silva: Próximos anos não vão ser “cor-de-rosa” para a economia portuguesa

António Costa Silva, ministro da Economia, afirma que “não é com receitas do passado que vamos resolver os problemas”, defendendo que “para resolver os problemas de curto prazo, precisamos de uma visão de longo prazo”.

PRR: Inspeção-Geral de Finanças já deu parecer positivo a pagamento da 2.ª tranche

A Inspeção-Geral das Finanças (IGF) deu parecer positivo ao pagamento da segunda tranche do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), no valor de cerca de dois mil milhões de euros, seguindo agora o pedido de Portugal para Bruxelas.