PremiumAuditoria ao Novobanco há meses à espera do Parlamento

A terceira auditoria da Deloitte ao Novobanco foi entregue aos deputados em abril, mantendo-se como confidencial de forma provisória. Desde então, o tema não voltou a ser discutido.

Enquanto se aguarda pela auditoria do Tribunal de Contas (TdC) sobre a gestão do Novobanco, há uma outra que continua por se conhecer, pelo menos publicamente.

Há três meses que está por decidir por parte dos deputados da Comissão de Orçamento e Finanças (COF) se a terceira auditoria especial da Deloitte à injeção de capitais públicos no banco, em 2020, deve ser conhecida. Mantém-se confidencial desde que chegou ao Parlamento, apesar de os partidos defenderem que os contribuintes deveriam ter acesso àquela que é uma análise que define se o dinheiro transferido é, ou não, devido pelo Fundo de Resolução.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Sindicato denuncia que administração da Caixa quer fechar mais 23 agências (com áudio)

O banco estatal registou lucros de 486 milhões no primeiro semestre de 2022. Sindicato recorda que a CGD já encerrou mais de 300 agências em Portugal.

Banco do Brasil regista lucro recorde no primeiro semestre

O banco público, cujas ações são negociadas na bolsa de São Paulo, atribuiu o seu resultado histórico semestral ao salto na carteira de empréstimos graças à recuperação económica a que o país tem assistido até agora este ano.

Autoridade da Concorrência de Itália aplica multa de 5 milhões à Generali e UnipolSai

A AGCM acusou as duas empresas de “conduta enganosa e agressiva” por “atenderem tardiamente, no que se refere aos prazos estabelecidos pela regulamentação do setor, a inúmeras instâncias” apresentadas por clientes.
Comentários