Aumento do preço da produção afeta Wall Street

Em quebra estão também no arranque da sessão as ações do sector tecnológico com a Microsoft a cair 1,83%, a Alphabet a desvalorizar 1,36%, enquanto a Amazon deprecia 1,33%.

Reuters

A bolsa nova-iorquina abriu a sessão desta terça-feira, 14 de dezembro, em baixa depois da divulgação de que os preços da produção aumentaram mais do que o previsto nos Estados Unidos em novembro, um cenário que poderá provocar maior pressão sobre a inflação e peso nas decisões da reunião da Reserva Federal (Fed) que arranca hoje.

No início da sessão, o S&P 500 cai 0,66%, para 4,638.20 pontos, o tecnológico Nasdaq desvaloriza 1,13%, para 15,238.5 pontos, e o industrial Dow Jones desce 0,26%, para 35,559.27 pontos.

“O Banco Central norte-americano inicia hoje uma reunião de dois dias, cujas decisões de política monetária serão reveladas amanhã. Os receios de que Powell possa anunciar um início do ciclo de subida de taxas mais cedo que o projetado anteriormente estão a pesar sobre o sentimento”, refere o analista de mercados do Millenium investment banking, Ramiro Loureiro.

Em quebra estão também no arranque da sessão as ações do sector tecnológico com a Microsoft a cair 1,83%, a Alphabet a desvalorizar 1,36%, enquanto a Amazon deprecia 1,33%.

Em sentido contrário, encontra-se a Apple que sobe 1,05% numa altura em que tenta ser a primeira empresa do mercado a atingir os três biliões de euros.

Recomendadas

PremiumBCE e Fed avaliam peso da subida de juros e ritmo pode abrandar nas próximas reuniões

As atas das mais recentes reuniões de política monetária na zona euro e EUA mostram uma preocupação de ambos os bancos centrais com o abrandamento da economia, dando esperanças de subidas menos expressivas dos juros nos próximos meses, embora os sinais neste sentido sejam mais fortes do outro lado do Atlântico.

Musk tinha um plano para o Twitter? Veja as escolhas da semana no “Mercados em Ação”

Conheça as escolhas da semana do programa da plataforma multimédia JE TV numa edição que contou com a análise de Nuno Sousa Pereira, head of investments da Sixty Degrees.

PSI encerra no ‘vermelho’ em contra ciclo com a Europa

Lá fora, as principais praças europeias negociaram maioritariamente em terreno positivo. O FTSE 100 valorizou 0,32%, o CAC 40 ganhou 0,08%, e o DAX apreciou 0,01%. O espanhol IBEX 35 manteve-se estável.
Comentários