Austrália junta-se aos EUA no boicote diplomático aos Jogos Olímpicos de Inverno na China

Grupos de direitos humanos têm pressionado um boicote total aos Jogos de Inverno de Pequim, acusando a China de abusos de direitos contra minorias étnicas.

A Austrália vai juntar-se aos Estados Unidos no boicote diplomático aos Jogos de Inverno de Pequim por questões de direitos humanos, anunciou esta quarta-feira, 8 de dezembro, o primeiro-ministro australiano, Scott Morrison.

Scott Morrison defendeu que não deveria ser surpresa que as autoridades australianas boicotassem o evento depois de o relacionamento do país com a China ter sido rompido nos últimos anos.

“Tomo esta decisão porque é do interesse nacional da Austrália”, disse, citado pela agência AP, considerando tratar-se da “coisa certa a fazer”, ressalvando que os atletas australianos podem competir.

Além de citar abusos aos direitos humanos, o primeiro-ministro australiano disse que a China tem criticado muito o reforço pela Austrália da força de defesa forte na região “especialmente em relação, mais recentemente, à decisão de adquirir submarinos com propulsão nuclear”.

Grupos de direitos humanos têm pressionado um boicote total aos Jogos de Inverno de Pequim, acusando a China de abusos de direitos contra minorias étnicas.

Segundo o Comité Olímpico Australiano, os preparativos para os cerca de 40 atletas australianos que deveriam competir não serão afetados por este boicote diplomático.

“Levar os atletas a Pequim com segurança, competir com segurança e trazê-los para casa com segurança continua a ser o nosso maior desafio”, afirmou em comunicado o presidente-executivo do comité, Matt Carroll.

“Os nossos atletas australianos têm treinando e competido para este sonho olímpico há quatro anos e estamos a fazer tudo ao nosso alcance para garantir que podemos ajudá-los a ter sucesso”, concluiu.

Os Estados Unidos anunciaram na segunda-feira que não vão enviar uma delegação diplomática para Pequim, devido à situação dos direitos humanos na China.

Recomendadas

SAD do Sp. Braga com resultado positivo de 3,1 milhões de euros na época passada

Relativamente ao exercício financeiro que terminou a 30 de junho deste ano, que ainda não refletem a venda do passe futebolístico do defesa central David Carmo (transferência fechada para o FC Porto na ordem dos 20 milhões de euros), a SAD dos bracarenses destaca que este foi um período “pautado por múltiplos constrangimentos associados à pandemia”.

“Jogo Económico”. “Não é aceitável que as claques sejam instrumentalizadas para satisfazer atitudes tribais”

Emanuel Macedo de Medeiros, o português que lidera a Sport Integrity Global Alliance foi o convidado da última da edição do programa “Jogo Económico”, da plataforma multimédia JE TV, e abordou a génese dos problemas que se eternizam no futebol em Portugal e apontou caminhos.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira, 28 de setembro

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta quarta-feira.
Comentários