Australiana Hayco adquire Grupo CTR (com áudio)

A empresa sediada em Samora Correia diz que aquisição trará ao Grupo CTR “mais poder comercial e operacional, um portfólio maior e novas oportunidades de crescimento global”.

O Grupo CTR, que atua na área da tecnologia de ambientação, foi adquirido pela australiana Hayco, anunciou este domingo a empresa em comunicado.

O grupo familiar sediado em Samora Correia soma mais de 50 patentes, registadas em todo o mundo, e veio confirmar a compra pela Hayco da maioria das quotas da sociedade, após falecimento de um dos fundadores.

No comunicado, a empresa diz que o negócio, fechado no início do mês, representa uma “transação milionária” mas não adianta valores concretos, mas o CEO da Hayco, Christopher Hay estará em Portugal para acompanhar as diligências da compra a partir desta segunda-feira, 16 de janieor.

A empresa australiana foi considerada fornecedora do ano pela fabricante Procter & Gamble, e é a produtora exclusiva dos produtos da marca Swiffer.

Fundada em 1983, por Donald Hay, a Hayco tornou-se num nome de peso na indústria e conta hoje com mais de 6.000 colaboradores.

“A aquisição trará ao Grupo CTR mais poder comercial e operacional, um portfólio maior e novas oportunidades de crescimento global”, esclarece o grupo português em comunicado.

Pedro Queiroz Vieira, fundador do Grupo CTR, diz que esta foi “uma ótima (e fácil) decisão para o Grupo CTR”. “Não apenas administramos negócios onde a inovação é um pilar, mas o mais importante é o facto de compartilhamos os valores por que se pautam as empresas familiares. Aguardamos o futuro com entusiasmo e expectativa”, termina.

A rede combinada, oferece aos clientes uma plataforma de fabricação mundial que abrange agora cinco países – China, Índia, Portugal, Estados Unidos e Républica Dominicana – e três centros de pesquisa – China, Portugal e Estados Unidos.

Recomendadas

PremiumInvestimento da Lone Star no Novobanco rende 8% ao ano desde 2017

Em 2017 a Lone Star pagou por 75% do Novobanco mil milhões. Hoje, a valor de mercado, esse investimento ronda os 1,5 mil milhões, o que não incentiva à venda. A fusão com BCP criaria banco maior que a CGD.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.

Empresa-mãe da Google sinaliza mais despedimentos num futuro próximo

Os resultados da Google no quarto trimestre chegaram com o alerta de que a empresa quer cortar na “estrutura de custos”, pouco tempo depois de a Google ter avançado com a informação de que vai despedir 12 mil trabalhadores.
Comentários