Áustria opõe-se a entrada da Roménia, Bulgária e Croácia no espaço Schengen

A Áustria confirmou que se opõe à integração da Roménia, da Bulgária e da Croácia no espaço Schengen sem fronteiras, dias depois da Comissão Europeia ter defendido que os três países satisfazem os critérios para a entrada.

5 – Áustria

O ministro austríaco do Interior, Gerhard Karner, disse ao jornal Kurier que considera “inoportuno” abrir Schengen a novos parceiros numa altura em que “o sistema de fronteiras externas não funciona”.

A Áustria é um dos países europeus destino e passagem dos migrantes que entram na Europa através da chamada rota dos Balcãs.

As propostas formais para a entrada desses países neste espaço de livre circulação estão em cima da mesa dos 27 há algum tempo – no caso da Roménia e da Bulgária há onze anos -, mas as reservas de alguns países atrasam o processo, que já está na sua última fase.

A eventual adesão da Bulgária, da Roménia e da Croácia será votada na reunião dos Ministros do Interior da União Europeia (UE) agendada para dia 08 de dezembro.

A comissária europeia do Interior, Ylva Johanson, afirmou esta semana que “é tempo de os receber” e o Parlamento Europeu também aprovou esse passo.

De acordo com a fase dos processos em curso, os ministros examinarão numa única decisão a entrada da Bulgária e da Roménia e, numa outra, a da Croácia.

É necessário o apoio unânime de todos os membros da UE, pelo que, para já, o resultado é incerto, dadas as dúvidas da Áustria e que os Países Baixos também já demonstraram.

O espaço Schengen de livre circulação é composto pelos seguintes países: Áustria, Alemanha, Bélgica, República Checa, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letónia, Lituânia, Liechtenstein, Luxemburgo, Malta, Noruega, Países Baixos, Polónia, Portugal, Suécia e Suíça.

Recomendadas

Cimeira da NATO: o Ártico é a próxima fronteira

A entrada da Suécia e da Finlândia na NATO, um dos temas centrais da agenda da cimeira da Roménia, transforma o Ártico numa nova zona de conflito potencial. A Rússia lembrou esse perigo, que Jens Stoltenberg conhece bem.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Morreu Jiang Zemin, ex-presidente e um dos construtores da China moderna

Foi um dos obreiros do crescimento económico da China e pretendeu construir um relacionamento estável com os Estados Unidos. Queria uma China a “entrar no mundo”.
Comentários