PremiumAutarcas preocupados com efeitos da inflação nas novas competências

Acordo entre o Governo e ANMP vai ser assinado hoje, mas persistem dúvidas e críticas, especialmente relacionadas com o financiamento da transferência de competências para as autarquias, apesar do “enorme consenso”. A inflação é um risco acrescido.

O acordo entre o Governo e a Associação Nacional dos Municípios Portugueses (ANMP) para a descentralização de competências da administração central para as autarquias, que o primeiro-ministro entende ser um “momento histórico”, está longe de reunir consenso, merecendo críticas, com o financiamento a continuar a ser o principal problema.

Os autarcas contactados pelo Jornal Económico (JE) alertam para a falta de valores definidos, para um histórico que não abona em favor do Governo e para os efeitos da inflação elevada, acima do esperado pelo Ministério das Finanças, que receiam poder impactar os orçamentos municipais.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumLiz Truss não quer ser um remake de Theresa May, mas pode bem vir a ser

Outra vez: em princípio, uma nova primeira-ministra substituirá um primeiro-ministro caído em desgraça, tudo isto Reino Unido, tudo isto tendo como protagonistas personagens do Partido Conservador.

PremiumO que é que Angola tem?

Furtando o verso à “baiana”, este imenso país tem paisagens estonteantes que nos levam do Atlântico ao deserto, da savana à poesia esculpida em pedra. Tem línguas mil e um grande ‘muxima’, o mesmo é dizer, um coração grande.

PremiumDona da M&M’s e Pedigree supera vendas da Coca-Cola (com áudio)

O diretor da Mars em Portugal revela que em 2020 a empresa teve uma queda de 10% nas vendas, devido à pandemia, mas este ano já conta com um aumento de 15% face a 2019. “É o melhor ano que tivemos”, afirma ao JE.
Comentários