Autor
Filipa Matias Pereira
fmpereira@medianove.com
Artigos

Provedor da Santa Casa esteve na AR como licenciado mas não era

Há 12 anos provedor da Santa Casa da Misericórdia do Porto, António Tavares foi deputado à Assembleia da República entre 1985 e 1991. À data estava registado como licenciado em Direito, mas só terminou o grau académico em 2007, na Universidade Lusófona do Porto. Antigo parlamentar “não consegue avaliar o motivo da imprecisão” e garante que, em 1985, informou o Parlamento “que era estudante do 5.º ano da licenciatura em Direito”.

Joaquim Pinto Moreira suspende mandato de deputado

Joaquim Pinto Moreira, envolvido na operação Vortéx, anunciou esta segunda-feira a suspensão do mandato de deputado, mas destacou que não o faz por “qualquer admissão de culpa”. “Não tenho o direito de perturbar o normal funcionamento do trabalho político do partido”, justificou o parlamentar do PSD.
Nuno Afonso

“Não havendo hipótese de democratizar o Chega, sigo a minha vida”. Antigo braço-direito de André Ventura deixa o partido

Antigo braço-direito de André Ventura, Nuno Afonso vai deixar o Chega, partido que ajudou a fundar. “O partido que idealizámos tornou-se um projeto unipessoal, autoritário e antidemocrático, não podia continuar ligado a isso”, diz em declarações ao NOVO.

Polícia Judiciária volta a fazer buscas na CML por suspeitas de corrupção na liderança de Medina

A Polícia Judiciária voltou, esta terça-feira, à Câmara de Lisboa para fazer novas buscas. Desta vez, em causa está uma investigação no âmbito da operação Tutti Frutti. Inspetores estão a analisar atas de reuniões camarárias relacionadas com processos urbanísticos apresentados por Manuel Salgado, ex-vereador do Urbanismo na liderança de Fernando Medina.

Operação “Vórtex” com “reflexo negativo” na imagem do PSD

Montenegro garante que não está “fragilizado” com a investigação que envolve Pinto Moreira, mas PSD teme efeitos negativos deste caso. “Tem sempre um reflexo negativo”, admite Guilherme Silva.

Hospital de Braga sem médicos de cardiologia pediátrica

Hospital bracarense assume “indisponibilidade total” de médicos da especialidade, “não sendo possível manter assegurado o acompanhamento dos doentes em cardiologia pediátrica”. São encaminhados para unidades hospitalares do Porto, a 50 quilómetros. Presidente da Câmara de Braga assume “preocupação”, sobretudo por este ser “um dos territórios mais jovens do país”. Dirigente sindical avisa que “situação só vai piorar” e critica Governo.

CDS pede demissão da presidente do conselho de administração da TAP

Os centristas defendem que Christine Ourmières-Widener, ouvida esta quarta-feira no Parlamento, não tem condições para manter o cargo de presidente do conselho de administração da TAP.

Três anos depois, Constitucional designa membros da Entidade para a Transparência

A Entidade para a Transparência deverá entrar em funcionamento no próximo mês, sensivelmente três anos e meio depois de ter sido formalmente criada. Os membros do órgão foram aprovados, esta terça-feira, pelo Tribunal Constitucional.

TAP indemniza passageiros para dois voarem sem pagar

A 27 de Dezembro, dois passageiros da TAP tinham bilhete para o voo Lisboa-Rio de Janeiro, mas receberam 1.050 euros cada um para só viajarem no dia seguinte. Os seus lugares foram ocupados por dois quadros das companhias Volotea e Iberia, que só tinham bilhetes de staff (gratuitos). Situação viola regras e TAP fala em “erro”, atirando culpas para a Groundforce. Mas documentos a que o NOVO teve acesso mostram que o sistema de embarque foi forçado.
Ver mais artigos