Autor
Inês Botelho
ibotelho@medianove.com
Artigos

PSI continua a negociar no ‘vermelho’. Altri lidera as perdas

A bolsa lisboeta permanece em terreno negativo, mas a Mota-Engil que liderava as perdas na abertura de sessão já está em terreno positivo.

Donald Trump volta a estar no Facebook e no Instagram

Após dois anos de suspensão de contas nas redes sociais da Meta, o ex-presidente norte americano volta a ter permissão para aceder às suas contas.

Metro de Lisboa renova “compromisso de pagamento pontual” que promove o pagamento atempado aos fornecedores

A iniciativa pretende incentivar as empresas a pagarem atempadamente aos seus fornecedores, estimulando uma economia sustentável, e da qual o Metropolitano de Lisboa faz parte desde o ano passado.

Bolsa de Lisboa no ‘vermelho’ a meio da sessão. Altri lidera perdas

A Altri lidera as perdas, com uma perda de 2,21% para 4.78 euros, seguida pela Sonae, que regista perdas de 2,11% para 0.95 euros. A Greenvolt, que iniciou o dia com o maior recuo, conseguiu subir, registando um aumento de 0,50% para 8.08 euros, e passando para terreno positivo.

Twitter processado por não pagar rendas

A empresa enfrenta processos no estado norte-americano da Califórnia e no Reino Unido por não pagar a renda dos seus escritórios.

Glovo enfrenta nova multa e coimas superam 200 milhões de euros em Espanha (com áudio)

A empresa recebeu uma nova multa em Espanha de 57 milhões de euros. Esta multa vem no seguimento do serviço de entrega não estar a cumprir com a ‘Lei Rider’, que regulariza estes trabalhadores no país.
Bank of America

BofA e JPMorgan juntam-se a outros bancos para criar carteira digital rival à Apple Pay

Alguns dos nomes mais pesados do sector bancário lideram um consórcio para lançar uma carteira digital capaz de fazer frente à Apple Pay e ao PayPal.

Big Tech continuam a sangrar. Tecnológicas já despediram mais de 200 mil trabalhadores

Amazon, Google, Meta, Twitter e Microsoft são algumas das muitas empresas de tecnologia que anunciaram o despedimento de trabalhadores. A razão não é diferente de outros sectores: a falta de dinheiro e interesse por parte dos consumidores.

Apple tenciona fabricar até 25% dos iPhones na Índia

A marca tenciona encontrar outro destino para a produção de iPhones, depois da sua maior fábrica na China ter parado a produção após um surto de COVID e de protestos por parte dos trabalhadores.
Ver mais artigos