Autor
João Palma Ferreira
jferreira@jornaleconomico.pt
Artigos

“Tempestade perfeita” afeta sector mundial do transporte logístico

Antes do final de 2023 não se vislumbra a normalização do transporte logístico mundial, garantem especialistas contactados pelo JE. As fábricas de automóveis já não têm cablagens, nem chips.

Ryanair quer liderar o mercado português

Voltar aos lucros, ter uma base técnica no Porto e sete aviões em Lisboa é a orientação estratégica que a Ryanair quer seguir para continuar a praticar as tarifas mais baixas disponibilizadas aos passageiros portugueses, defende o presidente da companhia low cost irlandesa.

Michael O’Leary: “TAP está a bloquear a entrega de slots” (com áudio)

O presidente da Ryanair assume que a sua companhia aérea passará a ser a n.º1 em Portugal a partir do próximo Verão e diz que a recuperação do tráfego nos aeroportos portugueses só não é maior porque a TAP não entrega 18 slots que já não opera.

Sindicato de tripulantes de voo recorda a presidente da Ryanair que se arrisca a greves no verão

Antes de iniciar a conferência de imprensa que o presidente da Ryanair agendou esta quarta-feira, em Lisboa, o Sindicato do Pessoal de Voo da Aviação Civil informou o Jornal Económico que a empresa não respeita os direitos dos trabalhadores – nem têm acesso a água para beberem durante os voos – e por isso a Ryanair arrisca-se a ser confrontada com greves no próximo verão.

Processo do novo aeroporto na área de Lisboa novamente envolvido em grande confusão

Agravam-se os problemas e as dúvidas sobre conflitos de interesse espanhóis no processo relacionado com o aumento da capacidade aeroportuária em Lisboa. O Iniciativa Liberal questiona o Governo. As declarações do ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, no Parlamento não tranquilizaram os partidos. O regulador IMT – Instituto da Mobilidade e dos Transportes dá explicações que não convencem todos os queixosos. Os espanhóis selecionados para realizar novas avaliações “não encaixam” no interesse do ‘hub’ aeroportuário de Lisboa, nem no interesse da ANA – Aeroportos de Portugal. Como já se diz no sector: “estalou uma grande confusão”.

Lucros da REN aumentaram 32,6% no primeiro trimestre

No primeiro trimestre ao ano, em que o consumo de eletricidade aumentou 1,3% e o do gás natural cresceu 6,6%, a REN aumenta o seu lucro para 6 milhões de euros. Informa igualmente que se candidatou à última fase do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) com o “H2 Green Valley” para desenvolver um ecossistema em Sines de hidrogénio verde.
Ver mais artigos