Autor
Pedro Lino, Economista
Artigos

A emergência do BCE

O banco central terá de conter a escalada dos juros e acalmar os agentes económicos para evitar que um abrandamento da economia se transforme numa recessão.

Quatro dias de trabalho?

O problema crónico de produtividade nada tem a ver com a concentração de horários de trabalho. A solução está, p.e., em aumentar a remuneração indexada à produtividade, na desburocratização, na simplificação fiscal, na educação da população.

A inutilidade dos bancos centrais

Pensar que, no contexto atual, é realista subir os juros para 3% nos EUA ou até 2% na Zona Euro é tentar atirar areia para os olhos, e sair ileso da armadilha criada pelos próprios bancos centrais.

O custo do juro

As mais recentes quedas do mercado refletem a eliminação dos excessos, constituindo, como sempre, uma oportunidade de investimento para os investidores de longo prazo.

O regresso do juro

O dólar americano atingiu o valor mais alto em vinte anos contra o iene japonês.

A política da (in)sustentabilidade

Legislar por conveniência não traz resultados positivos, principalmente num mundo que não tem recursos para absorver uma mudança radical em tão pouco tempo.
Ver mais artigos