Autor
Pedro Pratas, Economista
Artigos

As consequências financeiras de superavits públicos

No plano de estabilidade, o Governo prevê para os próximos anos sucessivas reduções do défice público, atingindo mesmo superavits a partir de 2020 e um incrível superavit de 1,3% do PIB em 2021.

Poupança e investimento (parte 2)

Diminua-se o consumo de produtos importados, invista-se na produção de bens que concorram com os que importamos, continue-se a apostar nas exportações e as poupanças “aparecerão”.

Poupança e investimento (parte 1)

É importante perceber que a distinção entre consumo e investimento reside exclusivamente no tipo de bem em questão e quem o adquire, sendo o modo como é financiada essa despesa totalmente irrelevante.

Défices públicos, benefícios privados

“o que defendo é que défices públicos são necessários, especialmente na conjuntura atual, mas as regras europeias não o permitem de forma suficiente”

Dívida boa e dívida má

Um setor financeiro com rédea solta não deixará de conceder os empréstimos que lhes são mais vantajosos, mas que são os mais prejudiciais para o resto da sociedade.

Gerir um país como uma casa

A ideia dos cupões rapidamente chegou aos ouvidos de outros pais na vizinhança e não demorou muito até que fossem adotados por quase todas as famílias do quarteirão…
Ver mais artigos