Autor
Tomás Júdice, Senior Consultant EY, International Tax and Transaction Services
Artigos

Fique a par das novidades fiscais e contributivas desde o final do mês de julho

A mais marcante iniciativa registada foi a aprovação do pacote de apoios excecionais às famílias para mitigar os efeitos da inflação.O enquadramento continua a ser dado pelas consequências da guerra provocada pela invasão russa da Ucrânia.

Fique a par das novidades fiscais e contributivas desde o final do mês de março

As respostas ao impacto da guerra na Ucrânia na economia portuguesa, nomeadamente nos combustíveis, tiveram relevo no quadro de iniciativas dos últimos meses. Medidas para a execução do PRRe a aprovação do Orçamento do Estado para 2022 também se destacam.

Fique a par das novidades fiscais e contributivas desde o final do mês de fevereiro

As respostas aos efeitos gerados pela guerra que eclodiu com a invasão da Ucrânia pela Rússia dominaram o quadro de iniciativas durante o último mês, quando o Governo continuou em gestão, à espera da repetição das eleições legislativas, e só foi empossado a 30 de março.

Fique a par das novidades fiscais e contributivas desde o final do mês de janeiro

No início do ano, as novidades passam pela atualização de tabelas e taxas, num contexto marcado pela atuação de um governo de gestão, situação que se prolongará até ao final de março, para quando se prevê o início da próxima legislatura.

Fique a par das novidades fiscais e contributivas desde o final do ano passado

A pandemia de Covid-19 continua a marcar o contexto, tanto em Portugal, como em muitos outros países, com reflexos na ação legislativa. Em vésperas de eleições legislativas, que se cumprem a 30 de janeiro, a produção legislativa é praticamente inexistente.

Fique a par das novidades fiscais e contributivas desde o final do mês de novembro

O último mês continua a ser marcado pelas repercussões da dissolução da Assembleia da República, que motivou a antecipou de atualizações legislativas anuais em matéria fiscal e parafiscal, mas também pela crise dos combustíveis e, ainda, a crise pandémica.
Ver mais artigos