Autoridades indonésias estimam em mais de 22 mil o número de desalojados

Pelo menos 22 mil pessoas ficaram desalojadas na sequência do tsunami que no sábado atingiu o estreito de Sunda, na Indonésia, e causou pelo menos 430 mortos, segundo os dados mais recentes das autoridades do país.

Darren Whiteside / Reuters

O porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres indonésia (BNPB), Sutopo Purwo Nugroho, elevou hoje também para 159 o número de pessoas que continuam desaparecidas após o desastre, que causou ainda 1.495 feridos.

Recomendadas

Josep Borrell pressiona Israel sobre os palestinianos

O primeiro-ministro israelita Yair Lapid e o chefe de política externa da União desentenderam da reunião do Conselho da União Europeia-Israel, em Bruxelas. Pontos de vista diferentes sobre a Palestina e sobre o Irão ficaram bem evidentes.

Bulgária: eleições longe de resolverem crise política

Acusado de corrupção, o GERB voltou a ganhar as eleições e arrisca manter o país ingovernável. A única forma de ultrapassar o impasse seria um governo de coligação entre os dois maiores partidos, mas isso não parece estar no horizonte.

Indonésia. Polícia sob pressão pelo uso indiscriminado de gás lacrimogéneo

Os desacatos num estádio de futebol resultaram em 125 mortos, 17 dos quais crianças, de acordo com as autoridades. A atuação da polícia gerou o caos e vai contra as indicações da FIFA.
Comentários