Avianca Brasil avança com pedido de “recuperação judicial” por causa das dívidas

Companhia aérea brasileira, detida por Germán Efromovich (concorrente derrotado na privatização da TAP em 2015), “está sob o risco de paralisar as suas operações e de devolver aeronaves”, noticia a “Exame”.

A Avianca Brasil apresentou ontem um pedido de “recuperação judicial”, visando a recuperação de dívidas cifradas em 50 milhões de reais.

“O pedido de urgência foi feito porque a companhia aérea está sob o risco de paralisar suas operações. Endividada, a empresa sofre pressão para devolver aeronaves arrendadas por falta de pagamento”, revela a “Exame”.

“Corre o risco de devolver 11 aviões, quase 18% de sua frota, para a Constitution Aircraft, empresa de leasing“. Mais, “enfrenta dificuldades para pagar fornecedores e aeroportos. A dívida com todos os aeroportos brasileiros pode chegar a mais de 100 milhões de reais”.

Recorde-se que a Avianca Brasil é detida pelo empresário Germán Efromovich, concorrente derrotado no processo de privatização da TAP em 2015.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quinta-feira.

Crédito à habitação. Governo suspende comissão de amortização antecipada em 2023

O Governo afasta, contudo, um regresso das moratórias no crédito da casa. Uma medida que iria “criar uma ilusão às pessoas de que podemos acabar com o aumento das taxas de juro”, disse o secretário de Estado do Tesouro.

XTB não antevê eclosão de outra crise financeira global com a situação do Credit Suisse

“Na situação atual, a eclosão de outra crise financeira global como consequência do potencial colapso deste banco parece improvável, mas mesmo assim as consequências locais e a curto prazo do futuro questionável do Credit Suisse devem ser tidas em conta”, concluem os analistas da corretora.
Comentários